Portalegre

Jogo da Baleia Azul chega ao distrito de Portalegre (c/som)

Regional 03 maio 2017

Encontra-se a decorrer, na Comarca de Portalegre, um inquérito do Ministério Público, relativamente ao Jogo da Baleia Azul.

Maria João Lobo, Procuradora Coordenadora, da Comarca de Portalegre do Ministério Público, falou à Rádio Campanário sobre o inquérito em curso.

“Neste caso, não houve tentativas de suicídio nem nada”, esclarece a Dra. Maria João Lobo. “Foi apenas uma participação que foi feita […] de uma pessoa que estaria a ser vivada nesse jogo”.

Com o inquérito a decorrer, e encontrando-se numa fase inicial, não foi possível à Procuradora adiantar quaisquer informações, encontrando-se “os factos em investigação na PJ”, adianta.

“A sociedade civil e as entidades policiais estão devidamente alertadas”, assim como as CPCJ.

Os casos conhecidos abrangem uma faixa etária dos 14 aos 20 anos. É uma população de jovens e jovens adultos, com capacidades para zelar pelo seu bem-estar, sendo que “só agora no âmbito do estudo destes processos é que poderemos, de facto, pronunciarmo-nos quanto se há ou não uma identidade de motivos que levem as pessoas a aderirem a este tipo de jogo”, declara Dra. Maria João Lobo.

O jogo viral da internet denominado Baleia Azul, terá tido início na Rússia, havendo já suspeita de cerca de uma centena de jovens envolvidos, em vários países.

Baleia Azul, é constituído por uma série de 50 etapas que incentivam os participantes à automutilação, e no último passo, ao suicídio, de forma pré-determinada pelo “curador”. Ao longo do processo, os jovens são incentivados e guiados por essa figura, a quem enviam provas fotográficas da conclusão de cada etapa.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30