SNS

ARSA

Alentejo

MEDICOS

José Robalo admite que falhas graves no sistema informático de saúde causam impacto no desempenho negativo dos médicos e avança que já foi “dado o primeiro passo para a solução do problema”

Regional 19 Nov. 2019

As falhas do sistema informático nos centros de saúde do Alentejo têm sido recorrentes e os desafios diários que os médicos enfrentam diariamente já levaram a que muitos deles se tenham recusado a passar receitas.

José Robalo, diretor da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARSA), avançou à Rádio Campanário que, esta segunda-feira (18 de Novembro), “foi dado o primeiro passo para que seja encontrada uma solução definitiva”.

A ARSA e Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) reuniram-se com o objetivo de solucionar com urgência todos os constrangimentos causados pelas falhas do sistema.

O responsável da administração regional de saúde esclarece que “quando a SPMS identificar o que origina o colapso do sistema entraremos em contato com os serviços centrais no sentido de se obterem novos equipamentos”.

José Robalo reforça ainda que “as falhas graves no sistema informático de saúde provocam impacto no desempenho dos profissionais” uma vez que “os profissionais não conseguem fazer os registos no momento da consulta nem aceder ao historial clínico dos pacientes”.

Um dos principais desafios que os os profissionais clínicas encontram diariamente é a falta de acesso ao historial clínico dos pacientes, a antecedentes e a eventuais situações de alergia e intolerância a determinados medicamentos.

São já vários os médicos que assinaram termos de desresponsabilização por considerarem impensável medicar um doente sem terem acesso ao historial clínico.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31