Imprimir esta página

Alentejo

Misericórdias de Évora, Mora e Cruz Vermelha de Estremoz integram Rede Nacional de Cuidados Continuados (c/som)

Regional 24 maio 2018

O Centro Distrital de Segurança Social de Évora e a Administração Regional de Saúde do Alentejo assinaram, esta quinta-feira (24 de maio), um protocolo de colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Mora e Évora e a Cruz Vermelha de Estremoz no âmbito da Rede Nacional de Cuidados Continuados.

À RC, José Ramalho, diretor distrital da Segurança Social de Évora, esclarece que o protocolado visa “prestar serviços comunitários de proximidade”, e centra-se “na recuperação do processo terapêutico, direcionado para determinado tipo de populações que, depois, são integrados nestas três entidades”.

No fundo, “são consubstanciadas num conjunto de intervenções sequências de natureza da saúde e também de apoio social” que abrange a rede de Hospitais e Centros de Saúde, indicou o responsável.

Sobre a perspetiva da rede, quando questionado, José Ramalho afirma que “só estará completa quando conseguir corresponder às necessidades da população”, caraterizando a atual oferta como “satisfatória” e garantindo que “haverá sempre abertura para tornar a rede mais completa”.

Sem precisar o investimento na rede, o responsável afirma que “a prestação não é exatamente igual para as duas entidades que concorrem para o financiamento da rede”, a ARS e a Segurança Social, enquanto as entidades com quem foi elaborado o protocolo é requerido “instalações dignas, com condições de funcionamento de excelência e que respondam de forma eficaz e eficiente às necessidades da população”.