Portalegre

Modelo de contratação de médicos para o interior “não serve”, afirma autarca de Portalegre à RC (c/som)

Regional 15 Fev. 2018

A falta de médicos no interior tem vindo a afetar várias unidades de saúde alentejanas, uma situação que tem merecido o alerta da parte dos Sindicatos e motivado a tomada de várias medidas de combate a este fenómeno por parte das entidades governamentais.

Questionada pela Rádio Campanário sobre a falta de médicos em Portalegre, a presidente do município, Adelaide Teixeira, considera que “o modelo [de colocação de profissionais] não serve”.

Para a autarca, o problema “é estrutural da região, mas não é só do Alentejo”, sustentando que se deve “mudar para outro paradigma”, pois para atrair médicos “temos que pensar em captar a família toda”.

Adelaide Teixeira recorda ainda que “a autarquia de Portalegre já são disponibilizadas casas para que eles se fixem”, mas que atualmente “há médicos a devolver os incentivos que o Estado dá e vão se embora”.

“Alguma coisa está errada”, sustenta a presidente do município portalegrense, acrescentando que “os incentivos não são suficientes” e “o paradigma começa logo na entrada dos alunos para as Universidades”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31