Estremoz

“Não há nenhuma obra que valha mais do que a vida das pessoas e esta seria sempre feita” Pres. da CM de Estremoz(c/som)

Regional Escrito por  30 Set. 2022

 

Terminaram os trabalhos da Empreitada de Construção de Caminho Público (Desvio) de interligação da Av. Santo António em Estremoz à EN4 e por isso mesmo a principal entrada de Estremoz foi esta tarde reaberta ao trânsito.

A interdição parcial da Avenida de Santo António ocorreu devido a orientações definidas pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 50/2019, publicada em Diário da República, 1.ª série nº 45 de 5 de março, que determinou aprovar o Plano de Intervenção nas Pedreiras em Situação Crítica para o período de 2019 a 2021 (Plano de Intervenção), constante do anexo I ao diploma supracitado, onde faz parte integrante da Lista de pedreiras em situação crítica, a pedreira com número de Cadastro Nacional de Exploração 177, denominada “Santo António”, bem como a obrigação de aplicação de medidas de cautelares, nomeadamente a instalação de sinalização temporária na Avenida de Santo António, a delimitação da pedreira com vedação e execução de estudos geológico e geotécnico e respetivo projeto de execução de aterro controlado na reposição de zona de defesa na parte confinante com a Avenida de Santo António e consequente Interdição da Avenida de Santo António, na zona confinante à pedreira de "Santo António, recomendada pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), na sequência da inspeção ao talude da pedreira que confina com Avenida de Santo António, em Estremoz.

A criação de uma solução alternativa custou ao município de Estremoz um investimento superior a 200 mil euros num obra que foi concluída dez dias antes do prazo contratualizado. A Rádio campanário falou com José Daniel Sádio, Presidente da CM de Estremoz sobre esta reabertura.

O Autarca adianta à RC “estamos muito felizes por retomar o acesso à cidade nascente” relembrando que a decisão do Município foi uma decisão “urgente em função do que foi relatado pelo LNEC sobre a falta de condições de segurança naquele local.”

José Daniel sadio reforça, tal como o fez no momento da interdição que “a prioridade são as pessoas e a sua vida” não deixando contudo de sublinhar que foi uma decisão “difícil de tomar e com os risco que existiram pelo maior fluxo de tráfego no único acesso à cidade de Estremoz, o IP2.”

O Autarca mostra-se grato pela compreensão dos estremocenses e de todos os que tiveram que alterar as suas rotinas e com isso percorrer mais quilómetros justificando ainda assim “tratava-se de uma linha vermelha, a segurança das pessoas não se põe em questão.”

O acesso, já aberto ao trânsito, é feito através de um desvio que permite a entrada e saída de Estremoz por aquela artéria em segurança. Ainda assim, o Presidente da CM refere “tudo isto acontece sem embargo de continuarmos, num médio longo prazo a trabalhar na variante ao IP2.”

Sobre este projeto o Edil sublinha ainda “vamos continuar a trabalhar com a IP sobre esta matéria assim como a elaborar o projeto para, no futuro, pois trata-se de um investimento grande, assim como será ainda decidido neste mandato a ligação à Avenida Rainha santa Isabel à EN4 com um novo nó.”

Com esta reabertura, entende a Câmara Municipal que está devolvida a normalidade da situação.

Segundo adiantou o presidente de Estremoz, a questão desta pedreira não se esgota nas vias pois está a ser projetado “o seu aterro” e o arranjo daquela zona, um problema que também tem que ser resolvido mas a autarquia ganha aqui algum tempo com a criação deste desvio, para poder projetar e decidir as coisas.

José Daniel Sadio reitera que o dia de hoje é mesmo “um dia muito feliz porque conseguimos num curto espaço de tempo, com grande empenho, e em tempo quase recorde, resolver a questão.”

O Presidente da CM de Estremoz conclui “não era expetável este investimento, obrigou a uma revisão orçamental por parte da CM de Estremoz mas nada mais vale do que a vida das pessoas e que mais revisões orçamentais não se realizassem, aquela obra seria sempre feita porque não há nenhuma obra que valha mais do que a vida das pessoas."

 

 

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31