04 Jun. 2020
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Nasceram duas crias de lince ibérico no Algarve

Foto ilustrativa Foto ilustrativa Foto: Programa Ex-situ
Regional 08 Abr. 2020

Vivemos numa altura em que apenas se ouve falar da COVID-19 e de tudo o que esta pandemia acarreta. Porém, também é bom dar notícias como esta que nos trazem um pouco de alegria: nasceram dois linces ibéricos no Algarve, as duas primeiras crias de 2020.

A lince Jabaluna deu à luz no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico (CNRLI) esta segunda-feira, dia 6 de abril. Esta foi a terceira vez que Jabaluna foi mãe, “teve duas crias, aparentemente saudáveis, e uma cria que nasceu com pouca vitalidade e acabaria por não vingar após o parto”, revelou o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), que gere o centro.

“As crias são fruto do seu emparelhamento com o macho Hermes e parece estar a atendê-las bem, tendo em conta o perfil maternal que tem mantido ao longo dos anos”.

Jabaluna, de 8 anos de idade, chegou ao CNRLI proveniente do Centro de Cría El Acebuche, em Doñana, onde nasceu em 2012, numa ninhada de Boj e Damán-II. Esta mãe já “teve duas gestações anteriores no CNRLI, tendo gerado no total 7 crias, das quais apenas 3 sobreviveram”.

Hermes, o pai, é filho de Caña e Flecha e nasceu no Centro de Cría de La Olivilla, em Jaén. “Já foi pai de 3 ninhadas no CNRLI, com Fresa (4 crias) e Jabaluna (7 crias), das quais sobreviveram 7 crias, tendo 4 sido reintroduzidas na natureza”.

Este é um momento alto na vida do CNRLI, uma estrutura gerida pelo ICNF e financiada pelo Estado português e pela empresa Águas do Algarve. Este centro foi criado para ajudar a recuperar uma espécie em vias de extinção e que chegou a estar criticamente ameaçada.

Hoje, apesar de estar ainda em risco, o trabalho desenvolvido pelos diferentes centros existentes na Península Ibérica, rede à qual o CNRLI se juntou em 2009, permitiu elevar significativamente o número de linces ibéricos. Só nesta maternidade, até ao início desta semana, tinham nascido 122 linces, 89 dos quais sobreviveram e 69 foram reintroduzidos no seu habitat natural.

Mas este foi apenas o primeiro de vários partos que vão ocorrer este ano no centro. Para os próximos dias, são esperados os partos de Fresa, Juncia e Juromenha, “previsivelmente já durante o próximo fim-de-semana”.

Foto ilustrativa. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30