29 Out. 2020
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00

Aljustrel

Nasceu no Alentejo um novo parque de campismo naturista: Terra Nua

Regional 11 Set. 2020

Foi em Messejana, no concelho de Aljustrel, distrito de Beja, que Jorge Coelho e Hélder Rodrigues, naturistas “desde muito jovens”, criaram um “paraíso” para quem gosta de desfrutar da natureza a nu.

O projeto “Terra Nua”, acaba de se tornar realidade, um “parque de campismo/caravanismo naturista e em espaço rural”. Um espaço, sublinham, “onde todos os naturistas/nudistas possam passar uns dias de férias em total relaxamento, sem roupa, em comunhão com a natureza e longe de todo o rebuliço e agitação do dia-a-dia”.

Foi no Alentejo que encontraram o espaço que procuravam, apesar das dificuldades e demoras: “só para aprovar o projeto na câmara foi um ano, em vez de dois meses” e depois foi necessária a vedação com um muro que levou 50 mil euros do orçamento e cortou “algum espaço” disponível no terreno, conta ao “Jorna Público” Jorge Coelho.

Entre “entraves burocráticos”, a ausência de qualquer apoio público (nenhuma das candidaturas que fizeram foi aceite, refere o proprietário, fosse Portugal 2020 ou qualquer apoio do Turismo de Portugal) e a chegada da pandemia, somaram-se “dificuldades”. Mas, como diz Jorge, “tinha de ser”, mesmo com a ameaça COVID-19 “já não havia volta a dar: com ou sem pandemia, o caminho só pode ser em frente”.

O “paraíso” que Hélder e Jorge sonharam abriu portas em agosto e está preparado para acolher uma pequena comunidade: tem capacidade para 89 pessoas e conta com 30 alvéolos com acesso a água, 20 dos quais com acesso a eletricidade. Inclui balneários “completamente equipados”, sala de receção e snack-bar. E acima de tudo, inclui piscina, que colmata a distância da praia.

Para já o parque ainda não oferece muitas sombras naturais, mas essa é uma questão mais de verão. “É um dos handicaps”, admite Jorge. “Mas no Inverno, as pessoas querem é sol”. De qualquer modo, já estão plantadas muitas árvores, entre os alvéolos e outras zonas.

Em breve, esperam melhorar as edificações, que são em construção modular, com separação do bar, casa de apoio ao pessoal e serviço de cozinha. Até porque Jorge e Hélder querem dedicar-se a tempo inteiro ao seu parque e aqui ficar a viver. “Este não é só um projeto de negócio, é também um projeto de vida”, sublinha Jorge.

Quanto à reação dos vizinhos, e contando-se pelos dedos o número de espaços naturistas similares em Portugal, o co-proprietário do parque, que fica a 3km de Messejana, adianta que na zona, “naturalmente”, foram recebidos pela população “com muita curiosidade” e, claro, “muita especulação”. “Mas regra geral temos sido bem aceites e abrimos o parque a todos os residentes que o queriam visitar para verem que aqui não se passa nada de extraordinário, é um parque normal”. A única diferença visível é a óbvia: quem por ali faz férias esquece a roupa e relaxa, com “respeito pela natureza e o silêncio”, “sem incómodos”.

O Terra Nua integra já a rede de alojamentos de parcerias com a Federação Portuguesa de Naturismo, que garante descontos aos associados. Ao centro, a rede inclui o Jardim do Eden, em Ansião, em Leiria. A sul, Vila Pura, em Tavira, Samonatura, em Odemira e Maral, em Marvão. Há outros espaços, como o alentejano Monte Naturista O Barão, em Santiago do Cacém.

Em Portugal, são nove as praias oficialmente naturistas: Praia do Homem Nu (Tavira), Barreta (Faro), Adegas (Odeceixe, ao lado da praia principal), Alteirinhos da Zambujeira do Mar e Malhão de Milfontes (ambas no concelho de Odemira), Salto (Porto Covo, Sines), Meco (Sesimbra), Adiça e Belavista (Caparica, Almada).

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31