Monforte

Nova unidade de hidrogénio de 20M€ “mete Monforte no mapa da produção sustentável”, diz Presidente do Município (c/som)

Regional 02 Dez. 2021

Aprovado em meados de agosto deste ano, o projeto da construção de uma unidade de produção de hidrogénio verde em Monforte, no Alentejo, foi o primeiro a ser aprovado no âmbito do primeiro concurso do POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos. Á margem da apresentação da Central Solar de Santas, também em Monforte, o presidente do Município falou sobre a importância deste projeto.  

Segundo Gonçalo Lagem, este é “um projeto promovido pela Dourogás, que consiste na produção de hidrogénio verde, através de energia solar, mais uma vez, que é a energia que vai ser utilizada no eletrólise da água” e que “vai ser injetada na rede, porque há também condições”, explica o autarca, pois “está ali uma central na rede gás” com “15% a 20%, que é o que gás tolera de hidrogénio verde, para já”.

Este é também um projeto que, nas palavras do autarca, trará “mais investimento, mais postos de trabalho, mais oportunidades, mais sustentabilidade ambiental, porque estamos a falar também de um recurso que se consegue através da água, que é um recurso também determinante para alimentar a produção, para alimentar o consumo nas nossas casas domésticas”.

O empreendimento ficará localizado “junto à IP2, junto a onde está a Central de Gás Natural, neste momento, e é um investimento na ordem dos 20 milhões de euros, que muito em breve estará também em curso e que foi a primeira central de hidrogénio verde a ser aprovada” no país”, o que “mete Monforte no mapa da produção sustentável da energia”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31