Reguengos de Monsaraz

Novo Hospital de Évora, expansão da área de regadio e acessibilidade são “fatores críticos de sucesso” para Estratégia 2030, diz José Calixto (c/som)

Publicado em Regional 19 janeiro, 2018

O Conselho Regional da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA), composto por autarcas e entidades regionais, reuniu esta sexta-feira (19 de Janeiro), em Évora, com o primeiro-ministro António Costa para debater a Estratégia Nacional para Portugal 2030.

Em declarações à RC, José Calixto, presidente do município de Reguengos de Monsaraz, refere que a sua intervenção recaiu sobre assuntos que considera “fatores críticos de sucesso”, como o Hospital Central de Évora e a expansão da área de regadio de Alqueva em cerca de 49 mil hectares.

De acordo com o autarca, a reunião pode ser resumida em questões relacionadas com a “atratividade da região para atrair pessoas, empresas e agentes culturais”, considerando que tem sido feito, nos últimos anos, “um esforço notório para cativar grandes investimentos”, tanto que “já se sentem as dores de crescimento, de não termos, muitas vezes, recursos com qualificação”, acrescentou.

Questionado sobre a reprogramação do quadro comunitário 2020, nomeadamente aquilo que poderá ser direcionado para o concelho reguenguense, José Calixto indica “áreas suficientemente planificadas para colocar mais projetos”, como a requalificação urbana, regeneração urbana, mobilidade urbana e o apoio a comunidades socialmente desfavorecidas.

No que diz respeito á execução do Alentejo 2020, o autarca alerta para “constrangimentos fatais de acessibilidade, infraestruturas na área social e até mesmo na educação”, algo que considera “fundamental para chegarmos à Estratégia 2030 como um território que possa aspirar a ser atrativo”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31