NACIONAL

Número de radares na estrada vai duplicar

Regional 08 Ago. 2020

De acordo com a notícia avançada pelo Jornal Público,  e de acordo com a resolução do Conselho de Ministros  publicada esta sexta-feira em Diário da República, a despesa é para invetsir na instalação de 50 novos postos de controlo de velocidade até 2024. 

O Governo já deu autorização à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) para realizar a despesa de 8,5 milhões de euros, relativa à aquisição de novos radares para as actividades da Rede Nacional de Fiscalização Automática de Velocidade. 

Segundo avança este jornal, o Ministério da Administração Interna (MAI) já tinha anunciado, no dia 31 de Julho, que ia ser feita uma ampliação dos locais de controlo de velocidade do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (Sincro), gerido pela ANSR.

Na altura, foi dito que essa medida previa um investimento de 8,5 milhões de euros para a instalação de 50 novos postos de controlo de velocidade ao Sincro até 2024 e que vão passar a existir, assim, 110 locais de fiscalização a nível nacional (os 50 novos pontos de controlo juntam-se a 50 instalados em 2016/2017 e outros dez no ano passado).

De acordo com esta mesma resolução do Conselho de Ministros, a despesa não poderá exceder os 8.548.000 euros e será feita “por recurso ao procedimento pré-contratual de concurso público, com publicação de anúncio no Jornal Oficial da União Europeia”.

O valor é para ser gasto em quatro anos. Até ao fim de 2020, a ANSR pode gastar 585 mil euros, 5,25 milhões em 2021, 1,05 milhões em 2022 e depois 828,75 mil euros em 2023 e 2024.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30