NACIONAL

O calor vai apertar! Veja e siga as recomendações da Direção Geral de Saúde!

Regional Escrito por  19 maio 2022

Tal como a Rádio Campanário noticiou já hoje , devido às altas temperaturas previstas para Portugal Continental, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta para o calor que se vai fazer sentir.

Assim, a Direção-Geral da Saúde ativou o Plano de Contingência Saúde Sazonal – Módulo Verão no dia 1 de maio. 

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera, prevê um aumento gradual de temperatura entre os dias 19 e 22 de maio, podendo as temperaturas máximas variar entre os 35 a 38°C nas regiões dos vales do Guadiana, do Tejo e do Douro. 

Face a esta previsão a Direção-Geral da Saúde recomenda: 

  1. Procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados;
  2. Aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas; 
  3. Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas. Utilizar protetor solar com fator igual ou superior a 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas e após os banhos na praia ou piscina;
  4. Utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta;
  5. Evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior;
  6. Escolher as horas de menor calor para viajar de carro. Não permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol; 
  7. Dar atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas; 
  8. Os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas especificas devem seguir as recomendações do médico assistente ou do centro de contacto SNS 24: 808 24 24 24; 
  9. Assegurar que as crianças consomem frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambiente fresco e arejado. As crianças com menos de 6 meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta; 
  10. Contactar e acompanhar os idosos e outras pessoas que vivam isoladas. Assegurar a sua correta hidratação e permanência em ambiente fresco e arejado; 
  11. Ter cuidados especiais, nomeadamente: moderar a atividade física, evitar a exposição direta ou indireta ao sol e garantir ingestão frequente de líquidos; 

Para se proteger dos efeitos negativos do calor intenso mantenha-se informado, hidratado e fresco. 

Mais informação pode ser obtida nas páginas da Direção-Geral da Saúde, e do Instituto Português do Mar e da Atmosfera em www.ipma.pt

Fonte: DGS

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31