26 Set. 2022
 
3 p’rás 5
15:00-17:00

Alandroal

“O Monte do Peral pretende trazer sustentabilidade financeira para a AMI e ajudar no crescimento da região” diz Fernando Nobre, Presidente da AMI(c/som)

Regional Escrito por  04 Jun. 2022

 

O concelho de Alandroal tem agora um novo equipamento turístico à disposição de todos os que queiram descansar e passar uns dias no Alentejo.

O Monte do Peral, propriedade da Fundação AMI, situa-se em Montejuntos, uma das freguesias do concelho de Alandroal.

Um turismo que assenta no lema "change the world" , que significa mudar o mundo, com o objetivo alcançar uma mudança positiva da humanidade mas que também pretende que seja um contributo positivo na vertente económica.,

A Rádio Campanário esteve presente nesta inauguração e falou com Fernando Nobre, Presidente da AMI que nos referiu “para além dos objetivos no campo social, este projeto pretende dar mais sustentabilidade operacional e financeira à própria fundação.”

A Fundamão AMI, que este ano completa 38 anos e atua em 83 países tem, conforme refere Fernando Nobre “muitos equipamentos espalhados pelo continente, especialmente direcionados para vertente ambiental e social.”

Para este responsável “o investimento do Monte do Peral pretende valorizar uma parte patrimonial da fundação e procurar sustentabilidade para que a fundação consiga atingir os objetivos sociais e humanísticos que prossegue.”

Mas os objetivos não se esgotam por aqui. O Presidente da AMI realça ainda que , com este equipamento, a AMI pretende “dar um contributo a uma região do país que eu não conhecia mas â qual os meus antepassados estiveram ligados.”

Acima de tudo, sublinha, “pretendemos um serviço de qualidade ao concelho e à junta de freguesia de Capelins” manifestando ainda a sua disponibilidade para implementar no concelho e no distrito “a nossa missão social .”

Fernando Nobre destaca a importância do Município de Alandroal e da Junta de Freguesia de Ferreira de Capelins em todo este processo e sublinha: “ só conseguimos resolver as questões sociais e de desenvolvimento de uma região se conseguirmos conjugar três forças : a força do mundo da política, o mundo empresarial e o mundo da cidadania”

Faz questão de realçar mais uma vez “pelos contactos que tenho tido no concelho, junta e município, sempre senti interesse por uma estrutura como esta aqui.”

Fernando Nobre defende que é necessário trabalhar em rede criando empatias entre os vários setores, especialmente o da cidadania e justifica “a AMI como fundação que é insere-se no pilar da cidadania e essa é a nossa missão.”

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30