Castro Verde

Obra municipal revela vestígios arqueológicos em Castro Verde

Regional 04 Out. 2018

Os trabalhos de construção do Centro de Viola Campaniça junto à Basílica Real, em Castro Verde, revelaram um conjunto de “significativos vestígios arqueológicos”, que já estão a ser investigados, informou esta quarta-feira, dia 3 de outubro, a autarquia alentejana.

Segundo esta autarquia do distrito de Beja, proprietária da obra, as investigações decorrem “com a maior normalidade” e estão a ser “devidamente supervisionadas pela Direcção Regional de Cultura do Alentejo”, ao mesmo tempo que decorre a obra, pois os trabalhos dos investigadores não “impedem” os avanços.

Segundo a Câmara Municipal foi convidado o arqueólogo e historiador Manuel Maia “para constituir e coordenar a equipa que, desde há cerca de duas semanas, está a trabalhar no local”, num processo que decorre no âmbito de uma parceria estabelecida com a Cortiçol-Cooperativa de Informação e Cultural de Castro Verde, que “disponibilizou os técnicos do Museu da Lucerna para trabalhar nesta investigação”, acrescenta a autarquia.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31