Odemira

Odemira: Homem absolvido de dois crimes de violência doméstica contra companheira e enteado

Regional 24 Set. 2020

Um homem de 51 anos, residente em Bemposta, concelho de Odemira, foi absolvido pelo Tribunal de Beja de dois crimes de violência doméstica.

Segundo a informação avançada pelo Lidador Notícias (LN), a falta de provas materiais das presumíveis agressões à companheira e um enteado deficiente, levou um Coletivo de Juízes do Tribunal de Beja a absolver o homem de dois crimes de violência doméstica de que estava acusado. Uma das acusações que recaia sob o arguido era a que tinha forçado o enteado deficiente motor a pernoitar na rua.

De acordo com o LN, nenhuma das testemunhas de acusação chamadas a depor viu qualquer atitude agressiva do acusado e muito do que sabiam era “o diz que disse”.

A acusação, da responsabilidade do Ministério Público de Odemira, sustentava que em finais de 2018, o indivíduo agrediu o enteado, com um soco na face e depois expulsou-o de casa, tendo pernoitado na rua durante um mês. No início de 2019, as agressões do indivíduo teriam passado a ser perpetradas contra a companheira, a quem esbofeteou e empurrou, causando-lhe diversos hematomas. O Ministério Público de Odemira defendia como penas acessórias as proibições de contato com as vítimas, de uso e porte de arma e a obrigação de frequência de programas específicos de violência doméstica.

O alegado agressor já tinha sido condenado pelo mesmo ilícito criminal, cometido na pessoa da sua companheira, com quem tem quatro filhos em comum, e com quem continua a viver, encontrando-se no período de suspensão da execução da pena.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31