Beja

Ordem dos Médicos considera “revoltante” a situação vivida na urgência do Hospital de Beja

Publicado em Regional 24 agosto, 2019

A urgência hospitalar de Beja e a falta de profissionais que obrigam ao encerramento de alguns serviços, nomeadamente o de obstetrícia, são considerados “preocupantes” pelo Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos.

A Ordem considera que esta situação exige um encontro de soluções excecionais e sustentáveis, para que a situação se reverta o mais breve possível.

O presidente do Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos, Pedro Vasconcelos, em comunicado refere que a situação já se verifica há muitos anos, tendo vindo a agudizar, o que o leva a considerar que existe uma degradação confrangedora na oferta dos serviços de saúde no Baixo Alentejo.

Pedro Vasconcelos classifica a situação como revoltante, apontando o facto de o interior ter poucos votos em nada ajudar na resolução dos problemas.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30