21 maio 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Portalegre

Pais do Bebé de Portalegre que morreu contam o que aconteceu e "vão pedir responsabilidades"!

Regional 28 Jan. 2022

 

Os pais do bebé de 8 dias que ontem morreu em Portalegre garantiram hoje, numa entrevista dada a um canal de televisão, que vão "pedir responsabilidades" pela morte da criança.

Osvaldo e Ana Rita deram conta que o Bebé começou a ficar roxo depois de ter bebido o biberon, e que Osvaldo, o pai da criança, pediu logo ajuda.

Os bombeiros chegaram 15 minutos depois e o bebé ainda esta vivo nesta altura.

A criança foi socorrida pelos Bombeiros de Portalegre que fizeram tentativas de reanimação e transportaram depois o bebé para o Hospital de Portalegre.

Quanto ao facto de a VMER não ter sido acionada para o local, os pais do bebé garantem que nenhuma explicação lhes foi dada.

Visivelmente transtornados, os pais garantem que não vão parar até que todas as responsabilidades sejam apuradas.

O socorro foi pedido pelo pai e os bombeiros foram acionados às 9h33, depois do CODU ter dito que a VMER do Hospital de Portalegre não estava operacional. Segundo avança a Sábado, e de acordo com ainformaçao apurada  junto de fontes do CODU (Centro de Orientação de Doentes Urgentes), a viatura médica de emergência não estava disponível até às 20h desta quinta-feira por falta de médico para a tripular.

Recorde-se que, tal como a Rádio Campanário noticiou ontem, os Bombeiros Voluntários de Portalegre foram acionados esta manhã de de ontem para uma ocorrência que envolvia um bebé de oito dias com dificuldades respiratórias em Alagoa, Portalegre.

Alegadamente a VMER não estava disponível e os Bombeiros Voluntários de Portalegre viram-se obrigados, nesta manhã de quinta-feira, a realizar manobras de suporte básico de vida sem "ajuda diferenciada".Criança foi transportada ao hospital, onde foi declarado o óbito.

À chegada dos Bombeiros, o bebé já estaria alegadamente em  "em paragem cardiorrespiratória", o que envolve a necessidade de pedir "ajuda diferenciada. De acordo com o Comandante dos Bombeirpos,  perante "a proximidade geográfica" ao hospital de Portalegre, a assistência seria garantida pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) daquela unidade que "Não estava disponível

Sem uma equipa especializada, os dois bombeiros que estavam no local, com formação em suporte básico de vida, agiram "de acordo com o protocolo" e transportaram o bebé de oito dias na ambulância, até ao hospital, em manobras de reanimação.

A Criança foi transportada ao hospital, onde foi declarado o óbito.

Já esta manhã, a  Unidade de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) revelou hoje que vai instaurar um inquérito para apurar as circunstâncias da morte no hospital de Portalegre de um bebé de oito dias, por alegada falta de socorro médico.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31