Alandroal

“Para os produtos dos cabazes não usamos nada a não ser terra, água, sol, amor e trabalho, entregamos no dia, são só 4h desde que saíram da terra” diz proprietário Terramay (c/som)

Regional 31 maio 2020

Situada no Alandroal, a Terramay é uma quinta de agricultura regenerativa que existe desde 2018. Agora, une-se ao município do Alandroal, através da iniciativa “Alandroal do campo para casa”.

David de Brito, proprietário e gerente da Terramay, explica, em entrevista à RC, que a iniciativa do município consiste em “promover produtores locais, de produtos biológicos, que se encontram na disponibilidade de fornecer os produtos ao Alandroal e às terras do concelho para que as pessoas que passam mais dificuldades ou que não se podem deslocar tenham acesso a produtos de qualidade”.

A Terramay junta-se ao município e começa já amanhã, dia 1 de junho, a apresentar os seus cabazes de “alimentos, frescos, biológicos e altamente nutritivos”.

Na primeira semana, serão entregues 20 cabazes, mas o proprietário revela que a intenção é “aumentar a nossa horta para poder fornecer tantas pessoas quanto possível no futuro”.

Estes capazes alimentares estarão repletos de produtos frescos, colhidos no próprio dia. David de Brito explica todo o processo de compra dos cabazes e entrega na casa dos compradores.

“Na segunda-feira fazemos uma publicação no Facebook e no site do cabaz e depois as pessoas podem, via telefone, email, Facebook ou Whatsapp, fazer a sua encomenda. Depois na sexta-feira [dia 5 de junho], levantamo-nos as 4 horas da manhã e começamos a fazer a colheita e assim que estiver feita vamos entregar. Os produtos são super naturais, não usamos nada a não ser terra, água, sol, amor e trabalho e entregamos no mesmo dia, desde as 6h até às 10h a chegar à casa das pessoas, são só 4 horas desde que saiu da terra”.

Cada cabaz terá o valor de 20 euros, no entanto, durante os três meses da iniciativa da autarquia alandroalense será sob o conceito “pague o que puder”. “Esperamos que as pessoas sejam justas de acordo com o que podem, porque não estamos aqui para fazer dinheiro, mas para tentar ajudar as pessoas do nosso concelho e região”, frisa o proprietário.

Numa fase inicial os cabazes serão entregues, nas localidades de Alandroal, Vila Viçosa, Borba, Estremoz, Redondo e Reguengos de Monsaraz.

Esta é uma iniciativa solidária da Terramay, que tem como objetivo principal fazer reverter cabazes para a Casa de Acolhimento Residencial para Crianças em Risco do Alandroal (O COEIRO).

“Nesta primeira fase, falámos com o Padre do Alandroal e a paróquia, que representam o COEIRO, e inicialmente [vão] assegurar um ou mias cabazes ao COEIRO e se verificarmos que temos algum sucesso, que há adesão e que as pessoas querem ajudar podemos estender a outras organizações da região”, explica David de Brito.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31