×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 64

Portalegre

Portalegre: DGPC pede alteração da classificação da antiga Fábrica Robinson e da Igreja de São Francisco

Regional 09 Jul. 2020

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) vai propor ao Governo a alteração da classificação da Igreja e antigo Convento de São Francisco e Fábrica Robinson, em Portalegre, segundo um anúncio publicado esta quinta-feira em Diário da República.

Estes dois espaços encontram-se classificados como conjunto de interesse público (CIP), tendo esta alteração o objetivo de “abranger todas as estruturas fabris incluindo o património móvel integrado”.

Segundo a Agência Lusa, no anúncio é explicado que o conjunto em causa dispõe de uma zona especial de proteção (ZEP) e que os elementos relevantes do processo, nomeadamente a fundamentação, despacho, lista do património móvel integrado a classificar e planta do conjunto e da respetiva ZEP, estão disponíveis para consulta nas páginas de Internet da DGPC, da Direção Regional de Cultura do Alentejo e do município de Portalegre.

Fundada em 1837, a antiga fábrica corticeira que está situada num espaço contigo à Igreja e antigo Convento de São Francisco, ocupa uma área com cerca de sete hectares em pleno centro histórico daquela cidade.

A unidade cessou a atividade industrial em 2009, na sequência da insolvência da Sociedade Corticeira Robinson.

As duas imponentes chaminés da antiga fábrica marcam o perfil da cidade, sendo um dos “cartões-de-visita” do Alto Alentejo.

Em 2017, um grupo de cidadãos, entre eles dirigentes do Partido “Os Verdes”, entregou na Assembleia da República uma petição com mais de quatro mil assinaturas para “salvar e valorizar” o património cultural e material da antiga Fábrica Robinson.

No mesmo ano, a petição foi discutida na Assembleia da República, que aprovou por unanimidade uma recomendação ao Governo no sentido de salvaguardar e valorizar o património industrial da antiga fábrica corticeira.

À margem deste anúncio em Diário da República, o Município de Portalegre, na mais recente reunião do executivo municipal, deliberou, por unanimidade, dar início ao procedimento de classificação de cerva de 40 imóveis do concelho, como monumentos de interesse municipal (MIM).

Fonte: Agência Lusa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30