19 Jan. 2022
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Precisa de poupar? Sete dicas para 'fugir' às famosas compras por impulso

Regional 24 Out. 2021

As compras por impulso podem comprometer as suas poupanças o que pode levar a um esforço financeiro. Cada vez mais o marketing tem um papel fundamental nos gatilhos emocionais que nos motivam a comprar um produto ou um serviço. É importante que mantenha o seu emocional mais "controlado" e, nestes momentos, usar o lado racional que pode combater "o isco" do marketing. O Doutor Finanças deixa-lhe sete dicas para controlar esse impulso: 


1. Precisa realmente do produto ou serviço?

"Uma das primeiras coisas que deve fazer para evitar as compras por impulso é saber se já tem algo com a mesma utilidade ou que desempenhe a mesma função. Ou seja, perguntar-se: 'será que preciso mesmo disto?'. Esta é uma dica importante para perceber o seu nível de consciência para a poupança. E se precisar de uma ajuda, pode usar o Desmotivador de Compras do Doutor Finanças."

2. Evite fazer compras com cartão de crédito

"Uma das formas de evitar compras por impulso é não levar o cartão de crédito para fazer compras, uma vez que este pode ser um grande apelo às compras por impulso. O mesmo se aplica nas compras online. O ideal é tirar este meio de pagamento da equação, por tudo o que advém da sua utilização."

3. Reduza a subscrição de newsletters de sites de compras online

"Estar constantemente a ser bombardeado com promoções e oportunidades de compras no seu e-mail pode levá-lo a cair na tentação mais facilmente. Além de que subcarrega a sua caixa de e-mail. Por isso, se quer fugir ao consumismo por impulso, reduza a subscrição de newsletters de lojas."  

4. Compra por impulso? Faça sempre uma lista de compras

"Fazer uma lista de compras é uma das dicas primordiais de poupança. Quando vai ao supermercado ou até comprar roupa, enumere o que precisa efetivamente de comprar. Esta é uma boa forma de evitar as compras por impulso."

5. Antes de comprar, compare preços

"Antes de avançar com a compra de algum produto ou serviço, é também muito importante que compare preços."

6. Evite comprar no momento

"Questione-se se de facto precisa mesmo daquele produto ou serviço no imediato ou se pode adiar a comprar para uma ocasião mais favorável a nível financeiro. Há que pensar muito bem se realmente precisa de comprar aquela peça de roupa ou aquele telemóvel no momento."

7. Defina um orçamento e contrarie o impulso

"Traçar um orçamento também faz parte das dicas base de poupança. É normal ter pequenos deslizes ao longo do mês. Mas é importante saber a diferença entre compras por impulso e compras não essenciais. Também é importante presentear-se a si ou àqueles de quem mais gosta. Pode não precisar daquele par de ténis, mas gostar tanto deles que os quer comprar. Apenas, reflita e não o faça por impulso. Assim, fica a sugestão, se puder, dentro do seu orçamento mensal, defina um montante destinado a pequenos prazeres."

Fonte: Doutor Poupanças

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31