Elvas

Presidente do Município de Elvas realça a importância de celebrar a elevação da cidade a Património Mundial apesar de "vivermos tempos diferentes" (C/ FOTOS E SOM)

Regional 01 Jul. 2020

Na noite de ontem, dia 30 de junho, o Município de Elvas celebrou o oitavo aniversário da elevação da cidade a Património Mundial da UNESCO, com um recital de violino e piano na Antiga Sé de Elvas. O evento contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que marca presença esta quarta-feira na cerimónia simbólica da reabertura das fronteiras luso-espanholas, nas cidades raianas de Badajoz e Elvas, em que estão também presentes o Rei de Espanha, Felipe VI e dos Primeiros-Ministros dos dois países, António Costa e Pedro Sanchéz.

Em declarações à Rádio Campanário, Nuno Mocinha, Presidente do Município de Elvas, referiu que apesar de “vivermos tempos diferentes”, devido à pandemia COVID-19, “não podemos esquecer este grande dia em que Elvas foi elevada a Património Mundial”. O autarca disse ainda que tiveram a sorte desta celebração “coincidir com a presença do Senhor Presidente da República, que muito nos honrou e só dignifica esta forma de celebração”.

“Eu acho que foi um excelente concerto. Dou os meus parabéns a quem o produziu e a quem o realizou e agradeço também a todos aqueles que vieram, porque também é uma forma de demonstrar que a vida continua para além da COVID-19”, enalteceu o edil elvense.

Para Nuno Mocinha, esta também foi a forma de “demonstrar que a cultura é transversal e nos ajuda a animar a nossa economia, assim como, no fundo, de celebrarmos todo o nosso património, que no final de contas é aquilo que é a nossa herança e é o que devemos preservar para o futuro”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31