19 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Alandroal

Infraestruturas de Portugal "assegura uma obra ferroviária com o menor impacto possível”, diz presidente da empresa (c/som e fotos)

Infraestruturas de Portugal "assegura uma obra ferroviária com o menor impacto possível”, diz presidente da empresa (c/som e fotos) RC
Publicado em Regional 11 setembro, 2019

Decorreu na tarde desta quarta-feira (11 de setembro), em Alandroal, a cerimónia de Consignação da Empreitada do troço ferroviário Freixo/Alandroal, que integra o Corredor Internacional Sul (Sines-Caia), entre a Infraestruturas de Portugal e o consórcio vencedor, Mota-Engil, Engenharia e Construção S.A.

Em declarações a esta estação emissora presente na sessão, António Laranjo, presidente da Infraestruturas de Portugal, afirma que foi preocupação primordial da empresa, a minimização dos impactos da obra.

“Aquilo que a Infraestruturas de Portugal assegura é uma obra ferroviária com o menor impacto possível”
António Laranjo

Desta forma, a intervenção compreende “50% do valor# do invetsimento de 74,5 milhões de euros foi direcionado para "obras de arte”, nomeadamente pontes e viadutos, que permitem que haja a menor interferência possível com a natureza e o ambiente”.

“À custa de investimento”, este troço ferroviário que ligará Freixo a Alandroal, numa extensão de 20,5km, “tem um impacto significativo por aquilo que é uma via ferroviária, mas que está minimizado” até onde foi possível.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30