Borba

Prisão preventiva para um dos detidos em Borba e apresentações periódicas para os restantes

Regional 31 Jan. 2019

Já são conhecidas as medidas de coação aplicadas aos quatro suspeitos detidos no âmbito da operação levada a cabo pela GNR na tarde desta segunda-feira (28 de janeiro), através do Núcleo de Investigação Criminal de Estremoz, com idades entre os 21 e os 52 anos, por suspeitas de tráfico de droga, presentes esta quinta-feira a juiz no Tribunal de Vila Viçosa.

Segundo a Campanário pôde apurar, a um dos quatro indivíduos, suspeito de tráfico de estupefacientes, foi aplicada a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva, tendo sido encaminhado para o estabelecimento prisional de Elvas. A outros dois foi aplicada a medida de coação de apresentação diária no posto da GNR da área de residência, tendo sido aplicada a media de coação de apresentação semanal a outro dos indivíduos.

Estas detenções foram feitas no seguimento de uma investigação que decorria há 11 meses. Os militares da GNR deram cumprimento a oito mandados, dos quais quatro em residências e quatro em veículos.

Na operação foram apreendidas 100 doses de canábis, 20 de cocaína e 13 de heroína, 850 gramas de tabaco avulso, duas viaturas, 13 telemóveis, três navalhas utilizadas no corte da droga, dois computadores e dois tablets, 14 caixas com medicamentos, os quais eram utilizados para misturar na droga, e dois moinhos.

Durante as buscas, foram ainda apreendidas duas armas proibidas que se encontravam na posse dos detidos, nomeadamente um punhal e uma catana.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30