Alentejo

Produção de azeite pode paralisar por falta de capacidade para armazenar o bagaço da azeitona no Alentejo

Regional 11 Dez. 2019

Este ano é esperada uma produção recorde de azeite. Por falta de capacidade para armazenamento do bagaço da azeitona as cooperativas alertam que poderão paralisar.

As três unidades de receção de bagaço proveniente dos lagares que processam toda a azeitona produzida no Alentejo já se encontram quase esgotadas.

Segundo a CONFAGRI, Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal, falta muito pouco para que o setor inteiro paralise desde a apanha da azeitona até aos lagares que a transformam, facto que se verificar poderá implicar prejuízos inestimáveis aos agricultores e empresas ligadas ao ramo.

A CONFAGRI culpabiliza a não aceitação de uma estratégia global equilibrada para o setor, pelos organismos competentes,  o que tem provocado desequilíbrios estruturais, que se encontram a penalizar neste momento todo o setor nacional, nomeadamente Trás-os-Montes e Alentejo, onde se espera que o estrangulamento na receção dos bagaços de azeitona leve ao colapso das atividades relacionadas.

O organismo alertou para o possível “caos ambiental” que poderá ocorrer caso não haja capacidade para colocar o bagaço de azeitona que se espera vir a atingir as 600 mil toneladas de azeitona.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31