Alentejo

Produtores alentejanos beneficiam do aumento de 97% do preço da carne de porco na China

Regional Escrito por  11 Jan. 2020

O preço da carne de porco subiu 97% no mês de dezembro, tendo-se mantido a inflação na China ao nível mais alto, apesar da escassez causada por um surto de peste suína naquele país.

A carne de porto é a principal proteína animal na cozinha chinesa, tendo o seu preço duplicado, o que agravou os efeitos da desaceleração da economia chinesa.

Estes fenómenos têm sido benéficos para os produtores alentejanos, uma vez que para o ano de 2020 alguns matadouros da região já tem os porcos todos vendidos.

O matadouro da Maporal, em Reguengos de Monsaraz exporta todas as semanas 150 toneladas de carne para a China, existindo a convicção que se a produção fosse maior as exportações também o seriam.

A Maporal estima que o seu volume de negócios ultrapasse os 100 milhões de euros, resultado sobretudo de um surto de peste, que fez a China perder cerca de 25% da sua produção de carne de porco, o que equivale a toda a produção europeia.

Estes fatores obrigam a Maporal a ampliar as suas instalações e consequentemente o número de postos de trabalho, que se estima poder chegar aos 180 funcionários.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30