Turismo

Produtores de vinho “devem virar-se mais para a componente do enoturismo”, diz Presidente da Turismo Alentejo (c/som)

Regional 02 Fev. 2018

Decorreram esta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, em Reguengos de Monsaraz, a apresentação do novo bloco de rega da cidade, e a inauguração de uma central fotovoltaica da Carmim (Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz).

Surgindo como investimentos que produzirão melhorias no território, nomeadamente no setor dos vinhos, António Ceia da Silva, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo afirma que estas se refletirão no turismo.

O presidente da entidade apela aos “excelentes produtores de vinho” da região, nomeadamente de Reguengos de Monsaraz, que apostem na componente do enoturismo, incluindo alojamento, uma vez que o vinho surge como um “produto essencial e determinante para a dinâmica deste território”.

O enoturismo, afirma, “é um segmento que cresce em termos de procura e que nós também temos que melhorar a oferta”.

A Carmim surge como “um exemplo do ponto de vista da produção e vinho, dos visitantes”, na região e no setor.

Mais acrescenta que “tudo o que seja inovação, empreendedorismo, qualificar, melhorar do ponto de vista ambiental”, é relevante pois reforçará a cadeia de valores dos territórios.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30