Evora

Professores e funcionários fecham escola em Évora por falta de condições

Publicado em Regional 17 janeiro, 2018

Na presente quarta-feira, dia 17 de janeiro, todo o pessoal docente e não docente da Escola Secundária André de Gouveia, em Évora, concentrou-se na entrada principal do estabelecimento de ensino, em reivindicação da falta de condições mínimas para o seu normal funcionamento.

Ao que a Rádio Campanário pôde apurar, as queixas apresentadas pelos professores e funcionários da escola concernem a falta de funcionários, sendo apenas 12 numa escola com 600 alunos; o fornecimento de refeições em plástico por falta de condições da cozinha para a sua preparação; e as condições das salas de aula e do pavilhão, nomeadamente problemas com humidade e amianto, como noticiado anteriormente pela RC.

A manifestação levada a cabo no presente dia, pretende a sensibilização das instâncias superiores, para a resolução do problema.

Ao longo do dia, não haverá atividades letivas no estabelecimento de ensino, sendo que as diferentes estruturas da Escola/Agrupamento reunirão, visando uma reorganização dos diferentes setores para que seja garantido o restabelecimento dos serviços mínimos.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31