05 Mar. 2021
 
3 p’rás 5
15:00-17:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

COVID19

Proibição de circulação entre concelhos, venda de produtos ao postigo e encerramento de centros de dia. Veja aqui as novas medidas

Regional 18 Jan. 2021

O novo confinamento geral que entrou em vigor no passado dia 15 de janeiro teve medidas mais apertadas com objetivo de fazer frente aos números cada vez mais elevados de covid 19 no nosso País.

Ainda assim, o Conselho de ministros reuniu hoje, extraordinariamente para reavaliar as medidas entretanto anunciadas .

António Costa, no final desta reunião, falou ao País e deu a conhecer as decisões tomadas nesta reunião.

O primeiro Ministro começou por dizer "Não é aceitável manter este nível de circulação". "Estamos a viver o momento mais grave desta pandemia. SNS está sob enorme pressão. O que está em causa é a saúde e a vida de cada um de nós e das pessoas que nos rodeiam" referiu.

Assim, as novas medidas agora anunciadas são:

-Proibida a venda ou entrega ao postigo em qualquer estabelecimento do ramo não alimentar;

-Proibida a venda ou entrega ao postigo de qualquer tipo de bebidas e café, em estabelecimentos que estejam a funcionar em regime de take away de qualquer tipo de bebida, nomeadamente cafés;

-Proibida a permanência ou consumo de produtos à porta ou na via pública nas imediações dos estabelecimentos;

-São encerrados todos os espaços de restauração em espaços comerciais mesmo em regime de take-away.

-Proibido circular entre concelhos -A proibição regressa: não se pode atravessar concelhos aos fins de semana. E todos os estabelecimentos, alimentares ou não, têm que encerrar às 20 horas nos dias uteis e às 13 horas, aos fins de semana - exceto as lojas de alimentos, que só fecham às 17 horas nos fins de semana

-Acelerar a vacinação nos lares- Vai ser acelerada a vacinação nos lares e até ao final da próxima semana concluir a vacinação da toma da primeira dose em todos os lares", indicou António Costa.

-48 horas para nomear trabalhadores ao serviço presencial- Os trabalhadores que não podem fazer teletrabalho já tinham que ter uma credencial da empresa para se poderem deslocar. Agora, as grandes empresas terão 48 horas para comunicar o nome dos trabalhadores que têm que continuar a ir para o local de trabalho

-Serão proíbidas todas as campanhas de saldos e de promoções.

proíbida a permanência em espaços públicos tai como jardins, que podem ser frequentados. Solicitamos a todos os presidentes das câmaras municipais que limitem acesso a locais de grande concentração de pessoas como frentes ribeirinhas, parques infantis e equipamentos desportivos.

-Serão encerradas universidades sénior, centros de dia e centros de convívio

-Reforço de fiscalização.

António Costa adiantou ainda "Não é o momento para aproveitar as brechas da lei" acrescentando Depois de tantos milhares de infetados e de mortes, não podemos pensar que o covid só acontece aos outros. Também lhe acontece a si e a mim"

Em relação às escolas adiantou que "vão manter-se abertas " existindo no entanto autonomia por parte das escolas e autoridades de saude, em conjunto, avaliarem as condições sanitárias existentes em cada escola e em cada concelho.


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Março 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31