24 Jun. 2021
 
Terço
19:30-20:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Sines

Projeto Sines 4.0 financiado por uma empresa 'abutre', diz Nuno Rogeiro Jornalista e comentador português

Regional 26 Abr. 2021

Tal como a Rádio campanário noticiou no passado dia 23 de abril, "O Sines 4.0 será um dos maiores 'campus' de centros de dados ['Hyperscaler Data Centre'], um dos maiores projetos da Europa e que procura dar resposta à crescente procura de grandes empresas internacionais de tecnologia fornecedoras de serviços de 'streaming', 'social media', 'ecommerce', 'gaming', educação 'online', videoconferência e outros de processamento e armazenagem de dados e de aplicações empresariais".

o projeto Sines 4.0, o chamado investimento do século, é a materialização de uma cidade que vai albergar um centro de dados e que dará origem a cerca de 1200 postos de trabalho.

O Jornalista e Comentador Português Nuno Rogeiro, em declarações ao Jornal Expresso, falou sobre este investimento, referindo “num país que tem 20% de pessoas que estão em pobreza estrutural, todos concordamos que a grande preocupação deve ser a criação de postos de trabalho.”

Apesar deste ponto positivo, Nuno Rogeiro levanta outras questões nomeadamente sobre a empresa que o financia explicando “ este investimento não é financiado por nenhum grande banco internacional nem nenhum grande grupo” sublinhando que a a empresa que irá finaciar o projeto, a Davidson Kempner, é um fundo de investimento especializada em comprar crédito mal parado de empresas que estão mal” apelidando-a de empresa "abutre " conforme refere o Expresso.

O jornalista deixa ainda no ar outras questões, nomeadamente sobre a empresa responsável pela construção deste megacentro, e em especial sobre a modernização para este centro, necessária dentro de  sete anos, sendo imprescindível perceber se neste investimento, essa modernização está contemplada.

O projeto Sines 4.0 tem um investimento de 4,5 mil milhões de euros, o que perfaz duas vezes o investimento na Autoeuropa, em 1995.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30