Portalegre

Projeto sobre o envelhecimento ativo em Portalegre financiado pela Fundação Calouste de Gulbenkian

Regional 15 Jan. 2020

A Cooperativa Operária Portalegrense, obteve parecer favorável, por parte da Fundação Calouste de Gulbenkian, para o financiamento do projeto “Entre Tempos” que tem como objetivo contribuir para um envelhecimento ativo na comunidade que estimule a autonomia, a participação social e o bem-estar da população idosa do concelho de Portalegre.

 O projeto foi candidatado ao concurso “Envelhecimento na Comunidade” promovido pela Fundação Calouste de Gulbenkian no quadro da sua preocupação com o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas mais velhas. Entre as 132 iniciativas candidatadas a este programa, Portalegre está na lista das 11 localidades que viram os seus projetos aprovados. Um total de 16 projetos inovadores orientados para “pessoas geograficamente mais isoladas e com desigualdades de oportunidades no acesso à prestação de cuidados a todos os níveis”, de acordo com a FCG.

O “Entre Tempos - Envelhecimento e promoção da qualidade de vida, bem-estar, autonomia e participação social ativa na comunidade” terá a duração de dois anos e teve o seu arranque oficial no passado dia 25 de novembro de 2019. Durante o tempo de implementação do projeto, a Cooperativa Operária Portalegrense, além do apoio financeiro concedido, receberá da FCG formação para os seus profissionais numa lógica de capacitação institucional nesta área temática.

No dia 6 de janeiro realizou-se a primeira visita técnica da FCG a Portalegre, representada pelo Dr. António Fonseca que assegura a componente de formação/capacitação do programa. Durante esta visita os diferentes elementos dos órgãos sociais da Cooperativa tiveram a oportunidade de apresentar a Cooperativa naquilo que são os seus objetivos orientadores e propósitos do programa “Entre Tempos”.

Por parte do Dr. António Fonseca receberam também as indicações necessárias para o projeto, nomeadamente as que se prendem com a sua avaliação e os aspetos inovadores a ter em conta agora nesta fase inicial. Estiveram também presentes, na Cooperativa nesse dia, quatro participantes do projeto RENOVAR, projeto que foi o mote para o lançamento deste novo projeto.

Nos próximos dias 20 e 21 de janeiro três membros da Cooperativa, que já estão a trabalhar no projeto, participam, em Lisboa na sede da Fundação, na primeira ação de capacitação/formação que contará com a presença de especialistas internacionais sobre as questões do envelhecimento ativo.

Para Alexandra Janeiro, Presidente de direção da Cooperativa, Mestre em Gerontologia Social e Animadora Social, “A aprovação desde projeto é o reconhecimento de um longo trabalho que teve início em 2007 com o projeto Renovar. Na altura, no decurso dos trabalhos que desenvolvia com a associação Criarte pude perceber, junto de uma população mais idosa, a insuficiência e até mesmo a inexistência de respostas de diferentes redes de apoio, formais e informais, no combate à solidão e isolamento da população mais envelhecida de Portalegre. Nesse sentido, criei o projeto Renovar que, funciona desde então com o objetivo de promover atividades de animação de cariz educativo, social e cultural para séniores.”

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29