28 Out. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Alentejo

Projetos de inovação da região do Alentejo estiveram presentes no Concurso do Programa Promove

Regional 15 Ago. 2021

A Fundação “la Caixa” lança o terceiro Concurso do Programa Promove, destinado à dinamização das regiões de fronteira do interior de Portugal.

O concurso é composto por 3 categorias de projeto: projetos-piloto, projeto I & D mobilizadores e Ideias inovadoras.

O concurso recebeu projetos inovadores para o Alentejo.

Abaixo, estão os projetos referentes ao Alentejo, nas diferentes:

 

Projectos I&D Mobilizadores:

 AQUADAPT — Ecossistemas fluviais à prova de alterações climáticas para uma gestão sustentável

Elaborado pelo Instituto Superior de Agronomia. Engloba parques e reservas naturais na região do Alentejo. O município de Beja, quer avaliar o risco e construir ferramentas de adaptação para a região para elevar a resistência e resiliência dos ecossistemas fluviais face às alterações climáticas.

 

Projectos-piloto inovadores:

 Sistema de previsão e deteção de pragas em montado (defesa)

Este projeto é promovido pelo InnovPlantProtect - Associação, que visa a prevenção de riscos naturais e gestão eficiente de recursos, agora na região do Alentejo. O município de Ourique, tem como ideia deste projecto assenta no desenvolvimento de um sistema de alerta e detecção para controlo da dispersão da doença do declínio do montado e afeta os seus ecossistemas de forma irreversível.

Pastagens Regenerativas

É um projeto promovido pelo ESDIME — Centro de Apoio ao Desenvolvimento, no âmbito da prevenção de riscos naturais e gestão eficiente de recursos e também na região do Alentejo. O município de Castro Verde, através deste projeto quer combater a desertificação. Através da experimentação e testagem de técnicas de mobilização do solo e gestão de pastoreio para promoção da adaptação climática, regeneração ambiental e a sustentabilidade na gestão agropecuária extensiva em territórios de elevada aridez e suscetibilidade à desertificação.

AgroSatAdapt

O projeto é da Universidade de Évora para a prevenção de riscos naturais e gestão eficiente de recursos passa pela criação de ferramentas analíticas que promovam a gestão da paisagem e do potencial produtivo da região com foco na sustentabilidade. A chave está nos dados de remotos (satélites e outros) e climáticos, hídricos e socioeconómicos para caracterização de regiões dominadas por atividades agro-silvopastoris.

LandFood

O Armazém da Bolota, no domínio da criação ou consolidação de novos pólos de especialização na região do Alentejo, município de Portalegre. Tem o objetivo de valorizar a bolota como matéria-prima, destacando o seu valor nutritivo, sem glúten, como mais-valia para a indústria agroalimentar, com o objetivo de contribuir para assegurar a competitividade económica da floresta endémica alentejana.

BTCpro

Promovido pelo Betão e Taipa, Construção e Recuperação de Edifícios. Este projeto-piloto inovador tem o objetivo de trabalhar no desenvolvimento de soluções para melhorar o comportamento térmico dos Blocos de Terra Comprimidos (BTC), através da incorporação de materiais de baixo custo e reduzir o impacte ambiental, com vista a aumentar o seu uso na indústria de construção e reforçar a circularidade do sector.

No que diz respeito Ideias inovadoras:

Alentejo By Knife & Fork

O Instituto Politécnico de Portalegre propõe a criação de passeios turísticos em viaturas de luxo que sejam capazes de transportar pessoas de mobilidade reduzida e que integrem no itinerário o património histórico e etnográfico. Desta forma, o projeto visa a valorização do capital simbólico para atração de turistas e residentes no Alentejo, assim como a hotelaria, gastronomia e vinhos do distrito de Portalegre.

Acetic2Electric

O Politécnico de Beja propõe a utilização de outra bactéria: desta vez é a “Geobacter sulfurreducens” que, inserida na cadeia de produção de bioetanol, será capaz de eliminar inibidores da fermentação alcoólica, contribuindo para a viabilização de biorre finarias usando resíduos da indústria do azeite.

 

O concurso foi dirigido a três tipologias de destinatários: as candidaturas de projectos-piloto estiveram abertas a empresas, entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional e outras entidades privadas sem fins lucrativos, em parceria com entidades do sector público, bem como com grupos informais.

 

in Publico

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31