Evora

PSD envia carta a ministra da saúde sobre falhas no Hospital de Évora

Publicado em Regional 15 abril, 2019

Em comunicado enviado para a nossa redação o Partido Social Democrata enviou uma carta por forma a obter alguns esclarecimentos após as falhas detetadas no Hospital do Espírito Santo de Évora.

De acordo com auditorias realizadas pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) foram encontradas falhas no Hospital de Évora.

Estas auditorias tinham como objetivo avaliar a segurança dos bebés nos hospitais. Neste sentido, foram avaliados os serviços de internamento de crianças e adultos, urgências, obstetrícia, pediatria e neonatologia no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Centro Hospitalar Universitário do Algarve e Hospital do Espírito Santo de Évora. Foram detetadas falhas em todos eles.

Alguns exemplos detetados nas auditorias:

  • Portas nas maternidades que não fecham automaticamente - as pulseiras eletrónicas deveriam acionar o fecho automático das portas quando há uma aproximação ou tentativa de transposição da porta do serviço
  • Videovigilância que não funciona em contínuo 
  • Controlo insuficiente no acesso às instalações 

“Desde 2009, depois de dois bebés terem sido raptados no Hospital de Penafiel, foram impostas regras para aumentar a segurança dos recém-nascidos, nomeadamente videovigilância com monitorização contínua e gravação de imagens de alta qualidade, colocação de pulseiras eletrónicas com alarme nos recém-nascidos, portas que fechem automaticamente quando detetadas irregularidades e identificação de todos os profissionais. A inspeção verificou que estas regras ainda não são totalmente cumpridas.”

“Da análise de todos os processos conclui-se que as irregularidades apresentadas são, de modo geral, comuns à maioria das unidades hospitalares auditadas”, refere a IGAS. 

No Hospital de Évora não há controlo das pessoas que usam as escadas de serviço. Foram detetados casos em que os próprios profissionais de saúde não usavam identificação.

Há ainda uma necessidade de atualizar o plano de segurança e criar medidas de prevenção da criminalidade em alguns hospitais.

Assim, ao abrigo, das normas constitucionais e regimentais, solicita-se a V. Exa., que se digne a obter junto da Sra. Ministra da Saúde, resposta à seguinte questão:

1 – Que medidas corretivas estão a ser efetuadas pelo Governo no sentido de resolver esta situação?

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31