Odemira

Quatro militares da GNR detidos por agressão e sequestro no Litoral Alentejano

Publicado em Regional 08 maio, 2019

Quatro militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) foram detidos esta quarta feira (8 de maio) pela Polícia Judiciária de Setúbal pelos crimes de sequestro, invasão de domicilio e ofensas à integridade física agravadas a imigrantes de origem nepalesa.

Os crimes remontam a outubro de 2018, quando os quatro militares estavam a exercer funções em postos do Baixo Alentejo, em Odemira e Vila Nova de Milfontes.

Em causa estão supostas agressões para com dois imigrantes nepaleses que trabalhavam numa exploração agrícola em Vila Nova de Milfontes. As agressões surgiram na sequência de um desentendimento entre as vítimas e o patrão.

Os conflitos alegadamente surgiram quando um dos militares, amigo do patrão, agiu em defesa do amigo.

Mais tarde esse mesmo militar (amigo do patrão), juntamente com os outros três, invadiram a casa dos imigrantes tendo-os sequestrado e agredido de forma violenta.

A Polícia Judiciária tomou conta do caso, tendo sido os militares detidos e irão ser presentes ao Tribunal de Odemira onde ficarão a conhecer as medidas de coação.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31