19 setembro, 2019
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Pardais

“Quero garantir o apoio necessário para que” a Associação de Produtores de Pardais “tenha pernas para andar”, diz secretário de Estado (c/som)

Publicado em Regional 29 março, 2019

A Associação de Produtores Agrícolas de Pardais será constituída este sábado (29 de março), na Feira da Laranja de Pardais. Esta entidade pretende iniciar um processo de revitalização das quintas e dos pomares de Pardais.

Em declarações à RC na inauguração do certame, Miguel João Freitas, secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, diz que quer “garantir que o apoio necessário seja dado para que este projeto tenha pernas para andar”.

O dirigente aponta que sendo sempre de base local, o projeto poderá “gerar pequenas indústrias”, permitindo “com que algumas famílias possam viver exclusivamente disto” assim como criar algum rendimento extra para outros produtores.

“É preciso juntar para que seja um projeto coerente e para dar futuro a este produto futuro”
Miguel João Freitas

O secretário de estado destaca a necessidade “de apoio dos organismos do Estado” à Junta de Freguesia de Pardais e ao Município de Vila Viçosa para desenvolverem a “aposta que estão a fazer” na laranja de Pardais, depois “de um período de esquecimento” deste produto que no

Inácio Esperança, presidente da Junta de Freguesia de Pardais avança a esta estação emissora, que a associação “vai nascer no próximo sábado no colóquio” que decorrerá na Feira da Laranja de Pardais.

“Primeiro tratar o produto na sua origem” e depois “ajudar alguns transformadores para que possamos criar aqui alguns postos de trabalho e evoluir”
Inácio Esperança

Na primeira reunião no âmbito desta, diz que estiveram presentes 11 proprietários e 3 produtores da freguesia. Esta associação visará inicialmente a recuperação do sistema de rega para “levar água às quintas” e assim garantir a rega de todos os pomares.

Questionado sobre a possibilidade de a Laranja de Pardais gerar indústria transformadora no território, o presidente da Junta afirma que a prioridade é “tratar o produto na sua origem, […] a seguir ajudar alguns transformadores nos doces e bolos, que já existem para que possamos criar aqui alguns postos de trabalho e evoluir”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30