Alentejo

Reorganização de urgência de oftalmologia é uma das propostas da Estratégia da Visão, informa a ARS Alentejo

Regional 29 Jun. 2018

A Estratégia Nacional para a Saúde da Visão encontra-se, desde esta semana até 26 de julho, em discussão pública, na qual foi desenvolvida com o objetivo de expandir e melhorar a capacidade da rede de cuidados primários na área da saúde visual.

De acordo com a informação disponibilizada pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, a estratégia assenta no “desenvolvimento de uma plataforma de cuidados primários ao nível da saúde visual, suportada por pontos de rastreio, que incluem o rastreio da saúde visual infantil, bem como o rastreio sistemático da retinopatia em todos os doentes diabéticos”.

A plataforma assenta ainda nos “pontos básicos da oftalmologia, para realização de primeiras consultas, de forma a libertar a estrutura hospitalar para tarefas de maior complexidade clínica”, e também nos “pontos de observação única para identificação de doença ou fatores de risco para o glaucoma e degenerescência macular da idade nas pessoas com 60 ou mais anos”.

Pretende-se com esta estratégia, garantir a “universalidade dos cuidados de saúde visual à população”, melhorando a “acessibilidade e garantindo a equidade, visando através deste modelo obter ganhos e qualidade em saúde, promover a cidadania e a literacia em saúde, bem como garantir uma monitorização contínua de todo o processo”, informa a ARS Alentejo.

Ao nível da rede hospitalar já organizada, a estratégia propõe a “criação prioritária de uma Rede Nacional de Rastreio e Tratamento de Retinopatia da Prematuridade, bem como a reorganização dos serviços de urgência em oftalmologia”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30