19 Abr. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Rui Nabeiro: "Emprego dou, porque quando chega para mim, chega para os outros"

Regional 07 Abr. 2021

Rui Manuel Nabeiro não vive sem um objetivo/propósito. Reage mal à preguiça. Prefere a “luta na fábrica à praia, ao cinema, ao estrangeiro”, costuma dizer. É, será sempre, a alma de um grupo que fundou em 1961 e a que chamou Delta..

De carácter humilde, assim que terminou a escola primária, foi ajudar o pai, foi também cavador e motorista de um médico. A mãe trabalhava numa pequena mercearia, os tios, na torra do café. A terra onde nasceu, Campo Maior vivia o rescaldo da Guerra Civil espanhola, da qual recorda – os gritos dos refugiados capturados na fronteira,“gritos de arrepiar” -, e o contrabando, expediente que, apesar de ser ainda um miúdo, conheceu bem, contribuindo para o sustento familiar.

Aos 17 anos, por morte do pai, assumiu os destinos da pequena torrefação, tomou a liderança, incentivando a venda de café aos espanhóis. E, mais tarde, quando vendeu a quota aos familiares foi para criar empresa própria, recorrendo a uns depósitos a prazo que foi fazendo, à boa vontade de uma pequena casa de câmbios de Elvas, e à matéria-prima colonial (café de Angola), o negócio que lhe traria fama e fortuna

A sede situada na terra alentejana onde é conhecido por comendador - Ordem Civil do Mérito Agrícola, Industrial e Comercial Classe Industrial e Ordem do Infante D. Henrique - foi também presidente da Câmara, por duas vezes ainda em ditadura, por mais quatro, em eleições democráticas.

Em 2007, inaugurou o Centro Educativo Alice Nabeiro, em resposta às necessidades extraescolares das crianças de Campo Maior. Também com o patrocínio da Delta, a Universidade de Évora criou, em 2009, uma cátedra destinada à promoção da investigação, do ensino e da divulgação científica na área da biodiversidade.

Sessenta anos depois da fundação da Delta Cafés, o grupo emprega cerca de 3500 colaboradores, com investimentos também na vitivinicultura, na distribuição alimentar e de bebidas, no retalho automóvel, no comércio imobiliário e na hotelaria. 

 

Créditos de imagem: Tribuna Alentejo 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Abril 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30