Vila Vicosa

“Se existe fé, devemos vir ao santuário no dia da Imaculada Conceição, tal como vamos a Fátima”, diz Padre Francisco Couto (c/som)

Regional Escrito por  06 Dez. 2021

Em véspera das celebrações do dia da Imaculada Conceição, celebrado a 8 de dezembro, a Rádio Campanário entrevistou o Pároco Francisco Couto, sobre as comemorações no Santuário de Nossa senhora da Conceição, em Vila Viçosa, que começou por afirmar que “vamos esperar que as coisas transcorram como nós esperamos”, uma vez que “o ano passado já não foi como pretendíamos, com muitas vicissitudes”.

“Este ano as coisas estão a parecer iguais, mas esperamos que possamos celebrar com força e com vontade”, uma vez que “percebo que a ânsia das pessoas também é essa”.

Por isso “temos tudo preparado para que aconteça um dia de N. Senhora com toda a força e toda a pujança”, afirma o pároco.

No que concerte às normas de participação no evento religioso, que de correrá com lugares marcados, “vamos cumprir as normas da DGS e sobretudo da Conferência Episcopal”. Desta forma “dentro do Santuário, não estará ninguém de pé” e “os lugares ocupados serão os lugares sentados e por isso, aceitaremos as pessoas cá dentro até que haja lugares”.

Já no exterior, “temos as coisas preparadas também para que as pessoas possam estar comodamente, com ecrã cá fora, som, cadeiras”, pelo que “esperamos que o tempo também assim o permita”.

Por isso mesmo, “desafio as pessoas para que tenham essa coragem”, como “quando vamos a Fátima, é igual, vamos a Fátima e ficamos lá de pedra e cal”. Então, “aqui, de facto de a Padroeira é tão importante quando isso, pois era importante que também sentissem que de pedra e cal podemos estar, quando a nossa fé é forte” e “que nos mantenhamos assim também”.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31