Vinho

Sogrape reforça produção no Alentejo adquirindo quinta em Portalegre

Sogrape reforça produção no Alentejo adquirindo quinta em Portalegre D.R. Richard Mayson
Regional 11 Set. 2018

Sogrape, a maior empresa portuguesa de vinhos, adquiriu uma quinta de Portalegre, na Serra de São Mamede, para reforçar a produção no Alentejo.

A empresa já detinha na região a Herdade do Peso (Pedrogão, Beja), juntando assim a Quinta do Centro que inclui adega com capacidade de vinificação de 100 mil quilos, armazém subterrâneo com capacidade para envelhecer até 18 mil litros de vinho em barrica e 13 hectares de vinha. Estes dividem-se em 10,5 ha de vinhas plantadas nas últimas décadas, e 2,5 ha de vinhas velhas, com cerca de 70 anos de idade.

Trincadeira, Aragonez, Alicante Bouschet, Grand Noir, Syrah, Viognier, Touriga Nacional e Cabernet Sauvignon são as castas plantadas na Quinta do Centro, cuja aquisição pelo grupo foi motivada pelas vinhas velhas que a propriedade inclui, e pelo facto de estarem plantadas em encostas de altitude.

 Não tendo sido divulgados os valores da transação, o imóvel pertencia ao jornalista de vinhos britânico Richard Mayson.

O Grupo Sogrape informa que a aquisição da propriedade permite-lhe “complementar o portefólio de vinhos da empresa produzidos no Alentejo, fortalecendo as suas credenciais enquanto produtor de referência”.

A Sogrape tem produção de vinho nas regiões portuguesas do Douro, Verdes, Dão, Bairrada, Alentejo e Madeira, assim como operações produtivas espalhadas por Espanha, Chile, Argentina e Nova Zelândia.

A empresa fatura acima de 215 milhões de euros, emprega cerca de 1.000 trabalhadores e tem mais de 1.500 hectares de vinha plantada – mais de metade localizada em Portugal –, comercializando uma média de 135 garrafas de vinho por minuto.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31