Radio Campanario

Alentejo

Beja

Spotter amador viajou de Saragoça à Beja para o Festival Aéreo

Regional Escrito por  04 Jul. 2022

 

As comemorações para o 70º aniversário da Força Aérea Portuguesa começaram no dia 26 de junho e acabaram no passado domingo, 03/07, com o Festival Aéreo de Beja. O evento atraiu cerca de 70 mil pessoas, dentre elas Joaquim Relancio, que viajou mil quilómetros desde Saragoça, para fotografar os aviões do Festival Aéreo.

 Joaquim Relancio, de 47 anos, é um spotter amador e carregava consigo duas máquinas de grandes objetivas ao ombro para conseguir realizar sua paixão: a combinação entre fotografia e aeronaves. 

O fotógrafo amador trabalha como Product Manager de uma empresa que comercializa materiais de banho, entretanto, tinha o sonho de ser piloto aviador, "mas por causa da visão, uso óculos, não pude cumprir esse objetivo de vida”. O amante de aviação afirma combinar já há alguns anos “a paixão da fotografia com a dos aviões".

Não foi a primeira vez de Joaquim em Beja, que já havia hospedado-se na cidade o ano passado no decurso do Nato Tiger Meet (NTM21). O encanto pela cidade foi tanto, que este ano, mesmo não conseguindo alojamento por perto da base aérea, Joaquim decidiu hospedar-se em Ferreira do Alentejo, a 25 quilómetros de Beja.  

Parte do charme da cidade, para o spotter amador é a comida, que “é algo de fabuloso. As costeletas de borrego e a carne de porco preto são divinais. Sou fã", disse.

Este ano, Joaquim passou pelo Nato Tiger Meet, na Grécia e em festivais em Badajoz, Motril (Granada), em Espanha e em Conhaque, em França. "Como faço? Pago tudo da minha algibeira. Não gasto dinheiro em coisas supérfluas para poder pagar a minha paixão", afirmou.

 

Joaquim Relancio

 

Fonte: Jornal de Notícias

Fotos: Força Aérea Portuguesa

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31