Portalegre

“Temos 40 empresárias afetas ao Nerpor inseridas no INTREPIDA PLUS e o balanço é muito positivo para elas” diz Inês Realinho-Nerpor(c/som e fotos)

Regional Escrito por  28 Jun. 2022

 

O último Fórum do Projeto INTREPIDA PLUS decorre desde ontem nas instalações do NERPOR, na vila de Castelo de Vide e no Campus do Politécnico de Portalegre.
Este projeto pretende promover o empreendedorismo e internacionalização de mulheres, apoiando as empresárias aderentes nas suas relações comerciais transfronteiriças, através da partilha de boas práticas e experiências culturais.

A Rádio campanário esteve presente e falou com Inês Realinho, responsável pelo projeto Intrépida Plus no NERPOR- Associação Empresarial da Região de Portalegre, que começou por nos referir “o balanço é muito positivo para as nossas empresárias” acrescentando “foram umas semanas de trabalho intensas para organizar este fórum.”

Questionada se existe intenção do NERPOR em se manter parceiro do projeto, caso o mesmo se mantenha, a responsável sublinhou “é essa a nossa intenção.”

Segundo Inês Realinho , participam neste  projeto “40 empresárias afetas ao Nerpor em vários setores, desde o alimentar até à cosmética.”

De acordo com a responsável “já há algumas empresárias que vêm ter connosco e para além disso nós fazemos também uma análise e um levantamento de cativação de empresas.”

O Projeto INTREPIDA PLUS é cofinanciado pelo Fundo Europeu FEDER, através do Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP), e é implementado por uma parceria entre a Fundación Tres Culturas del Mediterráneo, NERPOR - Associação Empresarial da Região de Portalegre, NERE - Núcleo Empresarial da Região de Évora; Diputación de Huelva, Mancomunidad de Desarrollo Condado de Huelva e o Município de Faro.


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31