Imprimir esta página

Terrugem

Terrugem: Individuo que matou funcionário da A6 considerado inimputável e condenado a internamento psiquiátrico

Publicado em Regional 31 janeiro, 2019

O Tribunal de Évora declarou, esta quarta-feira, inimputável o homem que matou à facada um funcionário da área de serviço da A6, condenando-o a internamento psiquiátrico por um período entre 3 e 16 anos.


O caso aconteceu em 4 de abril de 2018 e a acusação referia que Fernando Trindade matou com uma navalha Jesuíno Bombico, de 52 anos, na área de serviço de Vendas Novas da Autoestrada 6 (A6), no sentido Marateca - Évora, onde a vítima trabalhava, desferindo "cerca de 70 golpes em todo o corpo".

Fernando Trindade, de 35 anos, foi condenado por homicídio simples e absolvido do crime de detenção de arma proibida, segundo o acórdão lido pelo presidente do coletivo que julgou o caso.


Esta quarta-feira, na leitura do acórdão, o juiz referiu que ficou provado em tribunal "a quase totalidade" dos factos que constavam na acusação e lembrou a "confissão" do arguido na primeira sessão do julgamento.

O presidente do coletivo assinalou a "elevada perigosidade" do arguido, devido à sua doença, e a "crueldade" com que foi praticado o crime, considerando que a vítima estava "no sítio errado à hora errada".