28 Jun. 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Alentejo

Trio Odemira: Ministra da Cultura enaltece papel de Carlos Costa na divulgação da música portuguesa

Trio Odemira: Ministra da Cultura enaltece papel de Carlos Costa na divulgação da música portuguesa Foto 1: © Instagram/'Você na TV' | Foto 2:Blitz
Regional 11 Mar. 2021

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, "lamentou profundamente" a morte do músico Carlos Costa, fundador do Trio Odemira, e destacou o seu "papel fundamental" na preservação e divulgação do património musical português e popular.

Recorde-se que faleceu no passado domingo, dia 07 de março, Carlos Costa, nascido em 1928, e um dos dois irmãos que nos anos 50 fundaram o Trio Odemira.

A ministra da Cultura recordou hoje que Carlos Costa, que somou mais de 60 anos de carreira musical, era "presença regular em festas populares por todo o país e junto das comunidades migrantes", tendo tido um "papel fundamental na preservação e divulgação do património musical português, mas, igualmente, do património musical popular".

"A sua participação regular na televisão tornou o Trio Odemira um dos grupos mais reconhecidos no meio da canção popular portuguesa e mais acarinhados por diversas gerações do público português", considerou.

Para Graça Fonseca, "Carlos Costa é um exemplo de dedicação à arte, ao público e àqueles que, ao longo dos anos, foram seguindo o seu percurso abrangente e multifacetado".

O Trio Odemira contava mais de 60 anos de carreira, tendo-se formado em 1958, e protagonizou êxitos como "Ana Maria" e "Anel de Noivado", tendo sido o primeiro a gravar em disco temas populares alentejanos, à exceção dos grupos corais, segundo a Enciclopédia da Música em Portugal no Século XX, que dá como exemplo o 'single' "Rio Mira", de 1958.

 

(Fonte: Lusa)

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31