UE e Câmara de Reguengos assinaram protocolo. “Todas as disciplinas científicas que a universidade tem, podem ser postas ao serviço do Município de Reguengos, declara Ana Costa Freitas (c/som)

Regional 19 Jul. 2016

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz e a Universidade de Évora assinaram um protocolo que visa desenvolver em parceria projetos de investigação nacionais e internacionais, estágios científicos e técnicos, ações nos domínios do ensino e da formação, mas também de âmbito cultural com a Escola de Artes.

A cerimónia decorreu na passada sexta-feira, dia 15 de julho, durante a bienal cultural Monsaraz Museu Aberto.

Em declarações à Rádio Campanário, a reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas, defendeu que o protocolo assinado tem a ver com a universidade de Évora “no seu todo, nomeadamente naquilo que possamos ajudar na parte da preservação do património e na parte ambiental, do ordenamento do território (…) é mais um protocolo de colaboração e uma disponibilidade para a universidade trabalhar com o município, uma coisa que já se faz, mas agora ao abrigo do protocolo, de uma forma mais protocolar”.

 Afirma que “a Universidade de Évora o que tem, são recursos e produção de conhecimento, recursos humanos que produzem conhecimento, conhecimento esse que pode ser posto ao serviço dos municípios através de várias coisas”, exemplificando, “o Laboratório Hércules através do qual podemos utilizar a preservação do património, património edificado, dos frescos, podemos através da parte da biologia, do ambiente, do clima, ajudar à preservação da natureza, das alterações climáticas, o seu impacto na conservação dos edifícios, do ordenamento do território, o impacto da massa de água do Alqueva na região e depois a Escola de Artes, através da parte arquitetónica, a recuperação de edifícios”.

Ana Costa Freitas diz ainda que existe a parte ligada “à música, ao teatro, o design, que pode ser utilizada para ajudar o programa Museu Aberto, são várias vertentes da universidade (…) no fundo há muita coisa, todas as disciplinas científicas que a universidade tem, podem ser postas ao serviço do Município de Reguengos”.   

Instada refere que a Universidade de Évora já estabeleceu este protocolo com os Municípios de Marvão, Castelo de Vide, Évora, Reguengos”, salientando que o protocolo “tem funcionado e nós temos ligações com a maior parte dos municípios do Alentejo, temos projetos em comum com a Câmara de Elvas, Campo Maior (…) temos as Herdades em Ferreira do Alentejo onde temos a parte da investigação, são vários os municípios”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31