19 maio 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Evora

Universidade de Évora acolhe Conferência Nacional Copernicus sobre observação da Terra

Regional 29 Nov. 2021

Organizada pela Agência Espacial Portuguesa – Portugal Space, a Universidade de Évora recebe a primeira Conferência Nacional Copernicus,  a decorrer nos dias 13 e 14 de dezembro, reunindo diversos investigadores do Programa Europeu de Observação da Terra. Aspectos como a segurança, monitorização marinha, atmosférica, terrestre e alterações climáticas são alguns dos temas em destaque nesta conferência dedicada à observação da Terra.

A Conferência Nacional Copernicus surge na sequência da realização de três workshops centrados nas potencialidades do Programa da União Europeia para a criação de aplicações e serviços nas componentes de Vigilância Marinha e Terrestre, ampliando também sua visão para as oportunidades existentes de financiamento e desenvolvimento de um modelo de negócios baseado em dados de satélite. O Copernicus é o Programa de Observação da Terra da União Europeia, que analisa o nosso planeta e o seu ambiente em benefício de todos os cidadãos europeus. Oferece serviços de informação baseados na observação da Terra por satélite e dados in situ (não espaciais).

“A Agência Espacial Portuguesa, representante nacional no Programa, é membro da rede de Embaixadores do Copernicus, cujo principal objetivo é promover a divulgação e utilização dos dados gerados pelo Programa e a formação dos utilizadores do Copernicus. Nesta Conferência, pretendemos reunir os membros desta rede, principalmente aqueles que já utilizam as imagens captadas pelos satélites Sentinel e aqueles que pretendem fazê-lo no futuro, incluindo academia, indústria e administração pública no mesmo fórum” explica Carolina Sá, responsável pelos projetos de Observação da Terra no Espaço em Portugal. “Esta troca de conhecimentos e experiências é essencial para o crescimento da base de utilizadores de um sistema fundamental nas mais variadas áreas da actividade humana, seja na economia, na educação e investigação, e na cultura, entre outras, e que ainda tem um enorme potencial de crescimento em Portugal.” 

Adicionalmente, a Universidade de Évora é atualmente uma das quatro instituições da rede nacional conhecida por Academia Copernicus, que recentemente criou o Laboratório de Sensoriamento Remoto Terrestre - EaRSLab . Adélia Sousa, professora e investigadora da Universidade de Évora e ponto de contacto da Academia Copernicus, considera que a ligação à rede permite “estar a par das novidades da academia de utilizadores de dados Copernicus e transmitir mais conhecimentos deste sector espacial aos nossos alunos”. A conferência da Universidade de Évora vai reforçar esta ligação, sendo um privilégio de toda a comunidade académica e de investigação e claro, para despertar os jovens estudantes desta instituição para o novo mundo que se abre com os dados do Copernicus”.

“A realização desta Conferência na Universidade de Évora é uma boa oportunidade para dar a conhecer à comunidade o EaRSLab e a investigação em curso, que utiliza vários serviços de dados Copernicus. A ocasião vai permitir-nos também conhecer os actuais e potenciais utilizadores do Copernicus e perceber possíveis necessidades para as quais o EaRSLab pode contribuir”, afirma Maria João Costa, responsável pelo EaRSLab, professora da academia eborense. A investigadora da UÉ acredita que a Conferência “irá proporcionar aos jovens estudantes uma oportunidade e inspirá-los a conhecer o potencial do sector espacial e da observação da Terra, em concomitância com a missão do EaRSLab”. 

Para garantir um maior envolvimento da comunidade na Conferência, todos os usuários de dados do Copernicus, seja para pesquisa ou para o desenvolvimento de serviços e / ou aplicativos, são convidados a apresentar seus estudos de caso durante a Conferência. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31