21 maio 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Alentejo

Uso de protetor solar nas vinhas pode ser a solução contra alterações climáticas

Regional 15 Nov. 2021

A  aplicação de protetores solares nas folhas da videira, o uso recorrente à irrigação, o controlo de pestes, a poda e a aplicação de redes de proteção solar são soluções podem ajudar a combater os efeitos das alterações climáticas na viticultura".

A conclusão é do professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) João Santos, que conforme notícia avançada pelo diário de Notícias. Carlos Lopes, professor no Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, um dos investigadores responsáveis pelo estudo do impacto das alterações climáticas na viticultura, de acordo com a mesma fonte refere que o aumento da temperatura e o aquecimento do planeta têm provocado mutações no processo de recolha das uvas e na sua transformação para o produto final, "sobretudo nos últimos 20 anos".

O "projeto no âmbito da ação climática", ainda sem nome oficial, está a ser desenvolvido em conjunto com outros investigadores  salientando o investigador "Cada vez mais precisamos de adicionar água à viticultura, o que é um problema porque a água também é um recurso natural".

João Santos, por sua vez,  é coordenador do projeto europeu Clim4Vitis, um projeto que procura reforçar a capacidade de atuação da UTAD no estudo da viticultura, e partilha das mesmas preocupações do professor no Instituto Superior de Agronomia de Lisba.

Os especialistas apontam como consequências do aumento da temperatura decorrente das alterações climáticas o aumento de pestes como a cigarrinha verde, uvas com menor qualidade,  tipicidade do vinho diferente, quebras na produção e menor retorno financeiro para as empresas e produtores.

Fonte: Diário de Notícias

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31