Alqueva

Vai nascer uma “ilha” solar gigante no Alqueva. E pode baixar o preço da luz

Publicado em Regional 10 junho, 2019

O projecto piloto da central fotovoltaica flutuante no Alto Rabagão (Montalegre), em teste desde Novembro de 2016, “superou as expectativas”, com uma produção 6% acima do previsto desde o seu arranque e uma eficiência maior do que as soluções similares em terra.

O projeto  para o Alqueva tem uma escala industrial estão previstos 11.000 painéis solares – que compara com 840 na barragem transmontana – e uma estimativa de produção anual de 6.000 MWh (face aos 300 MWh do projecto piloto no Alto Rabagão), o equivalente ao consumo de um quarto da população de Portel e de Moura.

A central fotovoltaica flutuante do Alqueva servirá ainda para testar duas novas possibilidades: acoplar aos painéis solares baterias de iões de lítio para acumular energia e ser utilizada nas horas em que não há produção solar e optimizar o sistema, aproveitando a existência de bombagem.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Junho 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30