×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Vendas Novas

Vendas Novas: Empresa Extraoils 4 The Future esclarece que não está encerrada e que não lança efluentes para a ETAR deste 2 de setembro 

Vendas Novas: Empresa Extraoils 4 The Future esclarece que não está encerrada e que não lança efluentes para a ETAR deste 2 de setembro  Empresa Extraoils 4 The Future
Regional 30 Nov. 2020

Tal como a Rádio Campanário noticiou no passado dia 27 em nota enviada à redação da Rádio Campanário pelo Municipio de Vendas Novas, a autarquia informou que “o Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja proferiu sentença dando razão ao Município de Vendas Novas e o coletor de esgoto que serve a Extraoils, 4 The Future, Lda”, tendo sido o mesmo, conforme informação da autarquia, “novamente encerrado hoje, dia 27 de novembro, para evitar definitivamente que a empresa envie efluentes para a rede pública.”

No Passado dia 28, a Rádio Campanário emitiu uma segunda informação sobre o assunto, sob o título “Tribunal Suporta Câmara de Vendas Novas e Encerra Empresa Extraoils por Perigo Ambiental”.

O Gabinete de Comunicação da Empresa Extraoils 4 The Future enviou entretanto, no passado dia 28, para a redação da Rádio Campanário, um comunicado de imprensa esclarecendo a posição da Empresa face à informação vinculada pelo Município de Vendas Novas e ao mesmo tempo, dando conta de que a empresa não se encontra encerrada, motivo pelo qual o título da notícia avançada pela Rádio Campanário em 28 de novembro, se encontra incorreto.

Assim, ao abrigo da Lei da Imprensa, transcrevemos na íntegra o comunicado de imprensa enviado pela empresa para a redação da Rádio Campanário:

Extraoils 4 The Future não lança efluentes para a ETAR deste 2 de setembro 

Desde a tomada de decisão da Câmara Municipal de Vendas de encerrar o coletor da  nossa unidade fabril, datada de 2 de setembro, que esta empresa não emite nenhum  efluente na ETAR do Parque Industrial de Vendas Novas. 

Mesmo apesar de o Tribunal de Beja ter determinado a abertura do mesmo coletor, na  sequência da providência cautelar apresentada pela Extraoils - Oils 4 The Future,  decidimos, dando conhecimento através de comunicado de imprensa, continuar a não  emitir qualquer efluente tratado da fábrica. 

Neste entretanto, o advogado e um consultor da empresa reuniram-se com o responsável  jurídico e o engenheiro chefe do município, tendo as duas partes acordado dar  continuidade a uma auditoria que estava previamente estabelecida e que continua em  curso, tendo já havido visitas alargadas à unidade fabril. 

Esta auditoria destina-se a avaliar o sistema de tratamento de águas da fábrica e a corrigir  eventuais deficiências para evitar problemas na rede pública de esgotos. Na sequência de  todo este processo foi elaborado entre as duas partes um projeto de acordo que aguarda a  assinatura do senhor Presidente da Câmara de Vendas Novas.

Posteriormente, os juristas da Câmara Municipal de Vendas Novas e da Extraoils - Oils  4 The Future acertaram a intenção de comunicar ao Tribunal de Beja a celebração do  acordo, situação que passados quase dois meses não foi ainda possível concretizar devido  à falta de anuência do senhor Presidente. Em face deste impasse, e segundo um  comunicado da autarquia, o Tribunal de Beja acabou por proferir a decisão de voltar a  encerrar o coletor.  

Com este desfecho, apesar da unidade fabril estar sem emitir qualquer efluente para a  rede pública de esgotos, de ter sido concretizado um acordo e de estar a decorrer a  auditoria independente sob a alçada da Câmara Municipal de Vendas Novas, o senhor  presidente da Câmara decidiu, hoje, pelas 17h00, encerrar de novo o coletor, impedindo,  inclusive, a utilização das casas de banho da fábrica e da empresa. 

Trata-se de uma lamentável ação do responsável autárquico, que tem revelado uma  atitude de perseguição a esta empresa, ao arrepio de todas as iniciativas que têm vindo a  ser tomada no sentido de resolução do problema em termos definitivos. 

Ocorre sublinhar que na sequência deste já longo período, há queixas de que os alegados  maus cheiros continuam a verificar-se, o que pode indiciar, como sempre suspeitámos,  que haverá no Parque Industrial de Vendas Novas outras fontes de poluição, e uma ETAR  que não estará a funcionar de forma adequada. 

Para a Extraoils - 4 The Future, o mais importante é resolver todos os problemas no  sentido de preservar a qualidade e a sustentabilidade da vida da comunidade onde a nossa  unidade fabril está instalada. 

Muito gostaríamos que a Câmara Municipal, na pessoa do seu presidente, tivesse os  mesmos objetivos, e não uma atitude persecutória, alimentando as redes sociais com  ofensivas insanas, recusando o diálogo franco com uma empresa que honra o concelho  dentro e fora do país, que dá emprego, que paga impostos e que tem sido prejudicada  junto dos seus clientes e fornecedores, além das pesadas custas municipais com que o  Câmara Municipal a tem castigado. 

Finalmente, tem esta empresa optado por trabalhar para a solução sem entrar nestes ruídos  falaciosos que só entendemos devido à proximidade das eleições autárquicas. Torna-se  por isso imperioso que a população de Vendas Novas, avalie o contraditório e saiba tirar  as devidas ilações.”



 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31