Vila Vicosa

Vila Viçosa considerada área de risco de contaminação da gripe aviária

Regional Escrito por  04 Dez. 2021

A gripe aviária é uma doença infeciosa viral das aves que pode atingir aves selvagens, aves de capoeira e outras aves mantidas em cativeiro. As infeções por vírus da gripe aviária dão origem a duas formas principais da doença que se distinguem pela virulência do vírus. A forma de baixa patogenicidade provoca apenas sintomas ligeiros, enquanto a forma de alta patogenicidade resulta em taxas de mortalidade muito elevadas, especialmente nas aves de capoeira. A gripe aviária de alta patogenicidade (GAAP) pode ter um impacto importante na saúde das aves domésticas e selvagens bem como na produção avícola, conforme divulgado na página oficial do município.

A 1 de dezembro de 2021 foi confirmado um foco de infeção por vírus da GAAP do subtipo H5N1 em aves domésticas de detenção caseira no concelho de Palmela. Na sequência da definição deste foco de infeção foram estabelecidas duas zonas de restrição sanitária: uma zona de proteção e uma zona de vigilância, abrangendo respetivamente, raios de 3 e 10 km em volta do local afetado.

Porque Vila Viçosa é uma área de risco, tal como definido no Plano de Vigilância da Gripe Aviária, é muito importante ter alguns cuidados com as nossas aves de capoeira:

  • Os bebedouros e comedouros devem ser colocados fora do alcance de aves selvagens, de preferência no interior das instalações;
  • As aves deverão ser recolhidas ou colocadas em capoeiras vedadas;
  • As aves adquiridas devem ser sujeitas a uma quarentena, em instalações diferentes de, pelo menos, 5 dias;
  • Deverão ser seguidas regras mais cuidadosas nas explorações, nomeadamente:
    • Não permitir o acesso a pessoas que usem vestuário e/ou botas que tenham sido utilizadas noutras explorações;
    • Assegurar uma limpeza criteriosa das mãos antes de entrar e depois de sair da exploração;
    • Reservar vestuário para a entrada e permanência na exporação, devendo retirá-lo logo que se abandone a capoeira,
    • Promover a desinfecção das botas com o recurso a pé-dilúvios com viricida;
    • Alertar de imediato as Autoridades em caso de suspeita.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31