29 Jan. 2023
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Alentejo

Vinho da Talha: Uma tradição milenar à guarda do Alentejo e a crescer no País e no Mundo!

Regional Escrito por  26 Nov. 2022

Em Portugal, o Alentejo tem sido o grande guardião dos vinhos de talha. Esta região soube preservar  este processo de vinificação desenvolvido pelos romanos.

A técnica vai passando de geração em geração, apesar da introdução de novas técnicas, resultante do crescente interesse dos produtores alentejanos pelos vinhos de talha e a instalação destas vasilhas de barro em algumas modernas adegas, levou à introdução no processo de algumas técnicas e equipamentos que visam facilitar o trabalho sem adulterar a essência da vinificação em talha.

Apesar da modernização o vinho de talha mantém-se como um produto único, sublime representante da milenar cultura do vinho no Alentejo e há muitas formas de o fazer.

De acordo com a informação avançada pela Comissão Vitivinícola Alentejana e de acordo com a RR, o Vinho da Talha representa já 0,1% da produção total de vinho no Alentejo e tem registados 23 produtores, com o maior número concentrado no Distrito de Beja.

Nos distritos de Évora e Portalegre existem 8 e 4 produtores registados, respetivamente.

Mas o vinho da talha começa também a dar cartas além fronteiras. De acordo com a Comissão Vitivinícola da região Alentejana,  e tal como a Rádio campanário já tinha noticiado, o ano de 2022 ainda não acabou, mas já se  apurou que, até outubro, já foi exportado Vinho de Talha – DOC Alentejo em quantidade superior à de todo o ano de 2021, superando, até, o maior volume registado desde 2015. 

Japão, Brasil e EUA foram os principais destinos responsáveis por este recorde, contabilizando, até outubro, um total de 9 mil litros de vinho exportado, o que corresponde a 12 216 garrafas de 75 cl, e resulta num aumento de 15% face a todo o ano de 2021.

Para garantir que este vinho e toda a sua história vão permanecer bem vincados no tempo, 22 municípios alentejanos- Aljustrel, Almodôvar, Alvito, Arronches, Borba, Beja, Campo Maior, Cuba, Elvas, Estremoz, Évora, Ferreira do Alentejo, Marvão, Mora, Moura, Mourão, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Santiago do Cacém, Serpa, Viana do Alentejo e Vidigueira, estão agora unidos para promover esta técnica e através do vinho, potenciarem os seus territórios, através da criação da nova Rota do vinho da Talha.

O vinho da  talha prova-se no Dia de São Martinho e são muitos eventos organizados no Alentejo, durante o mês de novembro, para que se possa provar este "néctar dos deuses."

O vinho de talha é hoje,  muito mais do que um vinho, é história e tradição do Alentejo e cresce em Portugal e no Mundo.

Leia o artigo completo em Rádio Renascença

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Março 2016 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31