09 Dez. 2022
Augusta Serrano
Ecos da Planura
09:00-11:00

Evora

"A arte mais nobre é fazer as pessoas felizes celebrando a amizade a cooperação e a união", diz Dir. Seg. Social Évora no Concerto de Ano Novo (c/som e fotos)

Reportagens Escrito por  11 Jan. 2020

Decorreu esta sexta feira, 10 de janeiro, na Igreja de São Francisco, em Évora, o Concerto de Ano Novo.

Organizado conjuntamente pelo Centro Distrital da Segurança Social de Évora, UDIPSS-Évora – União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Évora, da União das Misericórdias e da U. Mutualidades de Évora, este concerto contou com casa praticamente cheia.

Em palco estiveram o Coro do Santuário N. Senhora da Conceição de Vila Viçosa, o Coro Polifónico Sociedade Filarmónica Municipal Redondense, o Coro Beato Aleixo Delgado de Elvas e o Orfeão Tomaz Alcaide de Estremoz que interpretaram temas dos seus repertórios.

A Rádio Campanário esteve presente e falou com José Domingos Ramalho, diretor da Segurança Social do Distrito de Évora, que começa por referir que “pelo segundo ano consecutivo encontramos um bom motivo para nos reunirmos, para cooperarmos com as IPSS, as Misericórdias e as Mutualidades”.

“A nossa vida faz sentido com música, mas a arte mais nobre é fazer as pessoas felizes”
José Ramalho

Para o diretor “não temos melhor forma de começar o ano que com música”, acrescentando que “começamos com o pé direito, celebrando a amizade, a cooperação e fazendo as pessoas felizes”.

Para o Arcebispo de Évora, D. Francisco Senra Coelho “foi uma noite de solidariedade”, referindo sua excelência reverendíssima “a profunda comoção interior que sinto quando vejo a sociedade civil, no meio de tantas dificuldades, de um modo quase heroico, tentar resolver os seus problemas”

“Sinto uma profunda comoção interior ao ver a sociedade tentar resolver os seus problemas”
D. Francisco Senra Coelho

Para Manuel Galante, presidente do Secretariado Regional da União das Misericórdias, este concerto “foi uma boa forma de começarmos o ano”.

O presidente considera que é “como um carregar de baterias para que as coisas possam vir a correr bem durante o ano”.

“A cooperação e a união são fundamentais para melhorar a resposta das nossas instituições”
Manuel Galante

Manuel Galante considera que “vamos ter de estar em cooperação e juntos para conseguirmos melhorar a capacidade de resposta das nossas instituições”.

Tiago Abalroado, representante das IPSS, refere que “estas instituições através da Comissão Distrital de Cooperação têm um papel muito importante”.

Explicando depois que “congregam estas entidades que são as IPSS, o Estado Português representado pela Segurança Social, e assumem um papel fundamental no serviço ás pessoas e comunidades”.

“Esta união é alavancadora de um trabalho conjunto que desenvolvemos no território”
Tiago Abalroado

Para Tiago Abalroado “quando fazemos iniciativas como esta, mostramos a realidade, que é a unidade entre estas instâncias”, acrescentando que “o distrito de Évora tem-se distinguido ao longo do tempo e as instituições tem conseguido ser aquilo que são devido a esta união entre todos os parceiros”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31