25 maio, 2019
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Vila Vicosa

“A dada altura sacrificou-se excessivamente a estética em prol da funcionalidade”, diz autor da obra «Família Real – Uniformes» na apresentação (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 18 fevereiro, 2019

O Paço Ducal de Vila Viçosa acolheu no passado sábado, a sessão de apresentação da obra «Família Real - Uniformes», de Pedro Soares Branco.

Em declarações a esta estação emissora, o autor afirma que o seu interesse “nas coisas militares é puramente estético”.

Tendo elaborado anteriormente uma obra “sobre coberturas de cabeça”, como capacetes, a presente obra direciona-se para os uniformes.

“A dada altura penso que se sacrificou excessivamente a estética” dos uniformes militares "em prol da função"
Pedro Soares Branco

“Juntas representam o universo dos uniformes da família real, mas uma delas sozinha não o consegue fazer”, defende.

Questionado sobre a evolução dos uniformes ao longo dos tempos, afirma que “a dada altura penso que se sacrificou excessivamente a estética” pela funcionalidade.

Desta forma, “perdeu-se quase todo o aparato” e consequentemente “a raiz tradicional”, defendendo que apesar de as alterações aos uniformes de campo serem justificadas pela sua praticabilidade, “o uniforme de saída não tinha necessariamente que ser aquele que temos atualmente”.

A obra é uma publicação da Fronteira do Caos - Editores.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Maio 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31